.
Autoconhecimento: o poder de se conhecer

Autoconhecimento: o poder de se conhecer

É muito comum que hoje escutemos falar sobre o autoconhecimento. Este termo é utilizado em diversos campos de estudos, que passam da filosofia e chegam até à medicina. Quando praticamos o autoconhecimento, começamos a evoluir enquanto sujeitos racionais e conhecemos cada vez mais a nós mesmos de maneira intrínseca e arrebatadora.

Hoje iremos descobrir como o autoconhecimento pode ser usado em nosso dia a dia e como este poder de se conhecer a si mesmo é essencial para a vida em sociedade.

Autoconhecimento: definição e utilidade

Quando nos conhecemos, tudo muda. Se conhecer é saber de todas as suas entranhas e pensamentos. É ter o conhecimento realista de que você é metade carne, metade espírito. É reconhecer as suas fraquezas e o seu lado físico e, ao mesmo tempo, observar que os seus pensamentos se organizam de maneira extremamente complexa.

No momento em que nos conhecemos, deixamos de ser meros seres, para nos tornarmos em grandes pensadores e – por que não – em filósofos? O conhecimento de nós gera o autoconhecimento em nossa mente. Nos conhecendo, estamos mais preparados para as batalhas da vida.


Clique Aqui: A importância do autoconhecimento – você se conhece bem?


Autoconhecimento: corpo e alma

Tendo em vista a visão realista de nossa humanidade, começamos a nos questionar sobre a nossa existência. Sócrates, na antiguidade, já nos dizia: “só sei que nada sei”. Esta humildade no pensar é o fruto máximo dos pensamentos existenciais.

Quando nos damos conta de que nada sabemos, devido às nossas limitações e condições físicas, é neste momento também que nos tornamos mais sábios, justamente por causa deste raciocínio de nossos limites. É quando estabelecemos limites para nós mesmo é que consigamos ver o nosso mapa de melhor maneira.

Assim como se passa com os países, quando os delimitamos com fronteiras, conseguimos distingui-los melhor e com mais precisão.

Conosco, é a mesma coisa. Quando compreendamos os nossos pontos fracos, negativos, nossas dificuldades e os nossos limites – que podem ser expandidos, atravessamos a primeira barreira para o autoconhecimento.

Mas não se confunda em denigrir a sua imagem com estes pensamentos. Na verdade, quando pensamos em nosso lado mais negativo, isto serve para que possamos melhorá-lo e, assim, evoluir também enquanto ser espiritual. Tudo o que o corpo sofre pelo autoconhecimento, a mente agradece numa sequência intensa e espiritual fortíssima.


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.