.
Aprenda a limpar, energizar e programar o seu cristal

Aprenda a limpar, energizar e programar o seu cristal

Cada cristal contém propriedades e poderes específicos que podem trazer benefícios à nossa vida, à nossa saúde, ao nosso ambiente. No entanto, não basta apenas comprá-los e deixar de enfeite em casa ou utilizá-lo num colar, é preciso também limpar cristais, energizar cristais e programar o seu cristal para que ele aja de acordo com a energia que você precisa.

Você vai gostar: Cristais – O que são, como utilizá-los e que poderes têm

Como limpar o cristal


Todo cristal acumula em si uma serie de energias vinda de pessoas e ambientes, por isso é necessário fazer de vez em quando (e principalmente assim que se compra) uma limpeza energética. Assim, ele será descarregado e estará neutro energeticamente para continuar atuando. Existem diversas maneiras de fazer esse tipo de limpeza, veja algumas sugestões abaixo:

  • Água corrente natural: é uma das formas mais utilizadas, basta banhar os seus cristais em água de cachoeira, do mar, da chuva ou de rios que não estejam poluídas. Deixe-os imersos pelo tempo que a sua intuição mandar.
  • Água com sal grosso: coloque algumas pedrinhas de sal em um recipiente com água e coloque os seus cristais. Deixe repousar por algumas horas e depois enxágue-os em água corrente para retirar o sal.
  • Defumação: acenda o incenso de sua preferência e deixe que a fumaça dele passe por todas as faces do cristal, pelo tempo que considerar necessário.
  • Chuva: começou a chover? Coloque seus cristais para tomar um banho de chuva, é excelente para a limpeza energética.

Pedras que não podem ser lavadas com água e sal

Antes de limpar a sua pedra recomendamos que estude a composição dela, pois dependendo da sua composição química, pode não ser possível fazer a limpeza da pedra com água e com sal.

Pedras como a pirita, a pedra turmalina negra ou a selenita não podem ser colocadas na água, pois são pedras que se degradam em contacto com a água. Pedras no seu estado bruto, pedras opacas e ásperas não devem ter contacto com a água. A pedra pirita ou a hematita são pedras de origem metálica e podem enferrujar em contacto com a água. A selenita é uma pedra solúvel, ela simplesmente se desfaz se for colocada na água. Já a turmalina negra pode ser colocada na água, mas como é uma pedra bastante frágil não aconselhamos a que use água na sua limpeza, pois pode esfarelar.

Pedras que não podem ser lavadas com água: Pirita, Turmalina Negra, Selenita, Hematita, Lápis Lazuli, Calcita, Malaquita, Howlita, Turquesa e Cianita.

O sal é corrosivo e altamente abrasivo nas pedras e não pode ser usado com as pedras mais frágeis, pois correm o risco de ficarem opacas, esbranquiçadas e sem brilho.

Pedras que não devem ter contacto com o sal: Turquesa, Malaquita, Calcita, Âmbar, Azurita, Topázio, Pedra da Lua, Opala, Selenita, Coral Vermelho.

Nesses casos em que não pode ser utilizada água na limpeza das pedras recomendamos que use uma drusa para fazer a limpeza. Mais adiante explicamos como usar a drusa para limpar outras pedras e cristais. Outra dica ótima é a limpeza através da defumação com incenso: é sempre a opção mais segura. Se por acaso você utilizou água para limpar uma pedra que não devia, podemos dizer que a pedra morreu e perdeu as suas capacidades energéticas, nesses casos o melhor a fazer a devolver a pedra para a natureza, deixando num jardim, num vaso ou no rio.

Leia Também: Proteção com cristal – como fazer

Como energizar cristais


Depois de realizar a limpeza do cristal, é recomendado energizá-lo. É como se você fosse recarregar as baterias dele. Veja diferentes formas:

  • Luz do sol: deixar o seu cristal exposto à luz do sol é uma boa forma de energizá-lo. Prefira colocá-lo sobre a luz da manhã, que é mais suave e procure saber qual é o tempo exato que o seu cristal precisa de sol para se energizar, alguns precisam de horas e outros só podem ficar poucos minutos expostos ao sol.
  • Luz da lua: a luz da lua também a ajuda a energizar. A lua possui uma energia mais feminina, delicada, sensitiva. Portanto, pode deixar o seu cristal tomar um banho de lua pela noite toda, de preferência na lua crescente ou cheia.
  • Terra: os cristais vieram da terra portanto podem ser recarregados quando em contato com ela. Você pode enterrar os seus cristais no seu quintal ou num vaso de planta, mantendo-o lá por 24 horas ou pode simplesmente colocá-lo no chão por algumas horas que ele também energiza.
  • Com as mãos: você mesmo pode energizar o seu cristal: coloque-os entre as mãos e vá girando até que ele aqueça. Em seguida, inspire profundamente imaginando uma luz branca entrando por suas narinas até o seu pulmão e expire essa energia em cima do seu cristal.

Pedras que não podem ser energizadas ao sol

Existem alguns cristais para os quais a luz do sol é demasiado agressiva fazendo perder a sua cor e as suas propriedades. Essas pedras são: Ametista, Quartzo Rosa, Água Marinha, Quartzo Fumê, Turquesa, Fluorita ou Quartzo Verde.
Outras pedras são também sensíveis ao calor e não podem ser colocadas ao sol pelas temperaturas que atingem: Ametista, Lápis Lazuli, Malaquita, Turmalina e Turquesa.

Leia Também: Cristal – o que é e os diferentes tipos

Como programar um cristal


Para completar o processo e estar com o seu cristal pronto para uso, depois de limpar e energizar você precisa programá-lo. Cada cristal atua em diversos campos do nosso corpo físico e espiritual, por isso você precisa guiá-lo para que ele trabalhe para alcançar o seu desejo através das energias. Veja como:

Escolha um lugar bem calmo, com boa energia, uma iluminação suave e de preferência sem ruídos que atrapalhem sua concentração. Segure o cristal com a mão direita e coloque-o na sua testa, em meio às sobrancelhas, feche os olhos e mentalize com muita convicção apenas bons pensamentos, muita energia positiva, transferindo essa energia para o cristal. Vá repetindo mentalmente o uso que quer fazer do seu cristal, como por exemplo: “Desejo que este cristal me traga proteção”.  Este ritual deve durar pelo menos 10 minutos, se for interrompido é preciso recomeçar.

Se o seu cristal for uma drusa…

Se você tiver uma drusa de cristal você não precisa se preocupar com a limpeza ou a energização da drusa. Isso porque as drusas, por conterem várias pontas de cristal, ela é autolimpante e autoenergizante. Não sendo necessário usar nenhum outro elemento para limpar ou energizar as drusas. As drusas também podem ser utilizadas para limpar e energizar cristais mais pequenos, bastando deixá-las sobre uma drusa cerca de 24 horas. As drusas mais utilizadas para limpar e energizar outros cristais são as drusas de quartzo incolor ou as drusas de ametista.

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual