.
Como tratar a fome emocional com Florais de Bach

Como tratar a fome emocional com Florais de Bach

A fome emocional é mais um dos problemas de saúde com fundamentos psicológicos, e que terapias baseadas no uso de florais podem ajudar vencer.

O ambiente que o mundo atual nos proporciona trabalha em um ritmo muito acelerado, e difícil de se acompanhar. Basta uma pequena observação para notar que as pessoas estão sempre em atividade, muitas vezes realizando inúmeras tarefas ao mesmo tempo.

Tudo isso gera um estado de estresse e ansiedade, que traz consequências sérias aos estados físico e o psicológico. Dentre essas consequências está a necessidade de comer impulsivamente, mesmo que não esteja com fome ou nem mesmo com vontade de ingerir algo.

Fome emocional e o tratamento com florais

Para entender como um floral pode ajudar alguém que sofre com a fome emocional, antes é preciso refletir um pouco sobre o que se se trata esse problema. A fome é uma das sensações mais incômodas que nosso corpo pode proporcionar. No entanto, traz consigo um propósito muito claro: o de avisar que o alimento ingerido anteriormente já foi processado e consumido pelo organismo, então é hora de providenciar mais energia e nutrientes.

Desse modo, podemos entender que a fome é uma necessidade biológica, mas a questão aqui é você come só quando sente fome, ou se continua sentindo a necessidade de comer mesmo após ter feito suas refeições.

Corpo e mente nem sempre atuam da forma que deveriam, isso porque a mente é algo muito poderoso, e se existe algum distúrbio nela, é quase certo que o corpo irá refletir essa questão de alguma maneira.

No caso de pessoas que estão sob fortes estresses e grande ansiedade, a mente pode enganar o corpo, fazendo com que sinta uma enorme vontade de comer sem ter a necessidade biológica para tal.

Essa fome emocional é sua mente tentando se ocupar de algo que a tire do foco de seus problemas. Funciona como uma fuga para seus problemas, e um pseudo momento de relaxamento. O grande problema é que essa fome emocional é difícil de se controlar, principalmente diante dos casos onde a sensação e fome é extremamente real.


Clique Aqui: Rescue Remedy: a fórmula floral para situações de emergência


Florais para controlar a fome emocional

Não existe apenas um floral para controlar a fome emocional. Em meio ao sistema de Bach podemos encontrar uma grande variedade de florais que podem ser utilizados como parte do tratamento. A escolha de qual essência deve ser utilizada irá depender muito de cada caso e suas particularidades.

O ideal é que se faça uma rápida avaliação individual, preferencialmente com um profissional capacitado, para identificar qual o melhor para cada situação. Entretanto, como forma de orientação inicial, listamos alguns dos principais florais recomendados com mais frequência para o tratamento de casos de fome emocional.


  • Crab Apple

    Crab Apple

    O floral Crab Apple é como se fosse um remédio para a limpeza emocional, capaz de eliminar aquela sensação de impurezas, como se não tivesse o valor que realmente tem aos olhos dos outros.

    A fome emocional é distúrbio que tem muitas motivações, e uma delas é o descontentamento consigo mesmo, especialmente sua aparência física. Esse é um estado emocional chamado de Crab Apple pelo Dr. Bach.

    O Crab Apple ajuda a levar seu olhar para outro ângulo, de modo a estimular que a pessoa perceba as qualidades que possui. Essa é a maneira que o floral irá atuar, estimulando essa percepção de suas próprias qualidades para que possa contrapor a ideia negativa inicial. Aos poucos a pessoa se focará mais no que há de positivo e não será mais afetada pela sensação negativa que a levava a fome emocional.

  • Chestnut Bud

    Chestnut Bud

    Esse floral é direcionado a pessoas que cometem sempre os mesmos erros e acabam cedendo a fome emocional. Não importa quantas vezes passem por essa situação, é como se não fossem capazes de aprender com os erros.

    O Chestnut Bud vem para cobrir essa falha. Ele melhora a clareza de pensamento para que a pessoa perceba que não adianta insistir sempre na mesma atitude com a esperança de que um dia dará certo. Se errou e se deu conta dele, é hora de mudar a estratégia e tentar algo diferente. Esse é o estimulo proporcionado pelo Chestnut Bud.

Clique Aqui: Florais Joel Aleixo: o sistema floral baseado na alquimia


  • Cherry Plum

    Cherry Plum

    Autocontrole é a palavra-chave desse floral. Não é à toa que esse é um dos florais mais indicados para quem está sofrendo com os problemas da fome emocional. Seus efeitos mostram, essencialmente, que a pessoa entrou em um estado onde não consegue controlar suas emoções, e que elas acabam por afetar suas percepções físicas. Você até sabe que não precisa comer agora, mas simplesmente não consegue lutar contra a vontade e a ilusão de fome.

    O Cherry Plum estimula a coragem e a sensação de que é capaz de enfrentar a vida e os desafios que ela lhe propõe. É aumentando essa autoconfiança que o floral faz com que a própria pessoa lute contra a vontade de comer e controle seus impulsos.

    O Cherry Plum é um dos florais do domínio pessoal, e não é por acaso que também compõe a fórmula de florais de emergência do Dr. Bach — o chamado Rescue Remedy.

Clique Aqui: Terapia floral no combate às emoções negativas


  • Gentian

    Gentian

    Aqui temos um floral que é direcionado às pessoas que tem entre os motivadores da fome emocional algum tipo de decepção pessoal ou até uma depressão em grau leve. Existem pessoas que são um pouco mais sensíveis do que outras, ou que já estão com seu psicológico abalado por outros motivos.

    Essas pessoas, por estarem mais sensibilizadas, podem acabar “desmontando” perante situações que para outras pessoas seriam simples, como perder o horário de uma consulta ou do ônibus.

    A frustação que essas pequenas coisas causam são o suficiente para ativar o gatilho da fome emocional. Essa é uma maneira de buscar alguma forma de compensação, e é nesses casos que o Gentian é indicado. O floral Gentian ajuda a evitar que esse tipo de sentimento surja, mas seus efeitos podem ir ainda mais além.

    Em pessoas bem equilibradas, esse sentimento de frusrtação é leve e logo desaparece, é algo apenas momentâneo. No entanto, para alguns a sensação é intensa e duradoura. O Gentian cobre justamente esse problema, fazendo com que o sentimento de frustração seja superado e se dissipe mais rápido.

  • Olive

    Olive

    Algumas pessoas estão tão esgotadas emocionalmente que acabam fazendo da comida uma forma de tentar restaurar essas energias. Porém, por mais que a sensação de fraqueza esteja se manifestando em um nível físico, o pedido é um pedido da mente, e o corpo não necessariamente está precisando ser alimentado naquele momento. É para esses casos que existe o Olive.

    O Olive é um floral que ajuda a controlar essa forma de fome emocional, pois estimula uma restauração mais rápida e eficiente das energias daqueles que se sentem esgotados. Com isso, o ânimo volta mais rapidamente e a necessidade de comer algo diminui.

Como identificar a fome emocional

Muitos sofrem com a fome emocional, mas às vezes sequer se dão conta disso. Os próprios motivos que levam ao problema acabam por dificultar essa identificação, já que tende a acontecer com pessoas que estão passando por grande estresse e ansiedade, dificultando um raciocínio claro em boa parte do tempo.

O ideal é sempre que se procure um profissional especializado para ajuda-lo, porém existem pequenas dicas que ajudam a identificar o problema, como por exemplo:

Você sente mais desejo do que fome

Não é muito difícil para um adulto perceber quando sua fome é motivada mais por um desejo de simplesmente comer algo específico como chocolate, por exemplo, do que pela necessidade de se alimentar. Muitas vezes, até para uma criança é possível notar a diferença, e esse é o primeiro e provavelmente o principal indicativo do problema.


Você nunca está satisfeito

Essa é como uma continuidade do sintoma citado anteriormente. Quando somos acometidos pela fome emocional, não importa se acabou de comer e nem o quanto comeu, parece que sempre existe um pequena e persistente sensação de fome.


Clique Aqui: Florais de Bach como auxiliares no tratamento da gagueira


Você come sozinho e quase nunca está acompanhado

Um dos indicativos da fome emocional é o fato de estar sempre fazendo refeições “desnecessárias” sozinho. É muito raro comer muito quando se está acompanhado, e quando está sozinho é que se torna mais voraz.

Aqui pode existir um problema de solidão e talvez até um caso de depressão a ser analisado. Essa é também uma forma de esconder suas emoções e preencher algum tipo de vazio emocional.


Você se sente culpado logo após a refeição

Você sabe que comeu algo que não precisava e foi motivado simplesmente pelo desejo. Em alguns casos, não apenas comeu o que não precisava, mas comeu o que não deveria. Você sabe que não pode, que não precisa, mas ainda sim não resiste ao desejo.


Clique Aqui: Florais de Bach no tratamento para compulsão alimentar


Você percebe que come por puro impulso

A questão de ser um ato impulsivo se relaciona a muitos dos exemplos anteriores. É muito comum que nos casos citados anteriormente, a pessoa nem mesmo perceba que está cedendo a fome emocional até que já tenha terminado a refeição.

Quem sofre de fome emocional provavelmente deve se lembrar de uma infinidade de ocasiões onde apenas quando já estava comendo é que foi se dar conta de que não estava realmente com fome. É normalmente aqui que também aparece o arrependimento.


Existe a sensação de que um vazio precisa ser preenchido

As pessoas que sofrem com a fome emocional normalmente sentem a necessidade de preencher um vazio com a comida. É aquela sensação de que quando comer irá se sentir melhor.

Enquanto está ocupado comendo você se distrai momentaneamente dos problemas que está enfrentando e tem uma breve sensação de felicidade. O grande problema é que tão logo a refeição termine, o vazio e os problemas retornam.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar