.
Tarot dos anjos – Sitael, anjo da força

Tarot dos anjos – Sitael, anjo da força

A terceira carta do tarot dos anjos é representada pelo anjo Sitael e é a carta da força. Ela é um serafim responsável pelas novas descobertas e pela abertura de novos caminhos na sua vida. Quando esta carta aparece no tarot dos anjos, pode significar sucesso financeiro de grande âmbito. Além disso, é o anjo que designa fidelidade e compromissos, ele talha os laços que criamos com as pessoas mais próximos, portanto, essa carta pode dizer algo sobre suas relações. No tarot dos anjos, Sitael também é responsável pela gratidão, serenidade sinceridade que temos em nossas atitudes cotidianas. É a ele que evocamos quando necessitamos proteção no lar e contra obstáculos e adversidades.

Precisa de uma orientação espiritual?

Fale agora com a nossa Esotérica.
Saiba qual é o seu Arcano Regente e encontre a orientação espiritual que procura.

 

Missão do Sitael


A missão deste anjo do tarot dos anjos é proteger e suportar os seres vivos. Todas as vezes que você sente medo, deve orar para Sitael. É ele que atende os pedidos de socorro, os acidentes e as causas urgentes. Sitael é quem dá energia para fortalecer seu espírito e encher você de coragem para enfrentar barreiras. No tarot dos anjos, essa carta aparece para pessoas que estão com dificuldades passageiras.

 

Regidos por Sitael


Os regidos por Sitael são aqueles que nascem dia vinte e dois de março, quinze de agosto, vinte e sete de outubro e oito de janeiro. O mês da sorte é novembro e o número é 11. O salmo de Sital é o 94: "O Eterno é meu baluarte, meu refúgio, a alta rocha em que me abrigo". São pessoas com sucesso no amor e na vida profissional, muito ligadas à verdade e à justiça. Sitael é o anjo que traz compreensão e simpatia, por isso, as pessoas que têm esse anjo como guarda tendem a ser comunicativas e bem quistas. Apesar disso, aqueles que têm Sitael como regente, são orgulhosos e recusam favores dos outros.

 

Anjo contrário


Sob a influência do gênio contrário de Sitael, as pessoas tendem a culpar o destino por tudo, tornando-se muito negativas. Além disso, podem perder a vontade de conversar e ter atitudes extremamente agressivas.

 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!