.
Sonhar em inglês: será que meu subconsciente é bilíngue?

Sonhar em inglês: será que meu subconsciente é bilíngue?

Ainda não há uma explicação concreta sobre a relação entre sonhar em inglês (ou qualquer outro idioma), e ser fluente. Entretanto, se isso já aconteceu com você, é bem provável que tenha acordado impressionado com o seu desempenho no subconsciente, não é mesmo?

Continue lendo para saber se sonhar em inglês realmente é um sinal de aprendizado e como identificar o verdadeiro sentido dessa mensagem.

Sonhar em inglês: o que significa?

Existem estudos que afirmam que, quando você passa a sonhar em inglês ou outras línguas, é porque está se tornando fluente nesse idioma. Outros acreditam que esse tipo de sonho é simplesmente fruto de uma lembrança ou desejo. Mas qual será a verdade?

Uma das explicações surgiu ainda nos anos 80, quando Joseph De Koninck, um psicólogo canadense, percebeu que quando os estudantes de francês começavam a sonhar em francês, era porque realmente estavam progredindo melhor e mais rápido no idioma com relação aos demais estudantes.

No entanto, essa observação gerou uma dúvida: esses alunos aprendiam mais rápido porque sonhavam em francês ou sonhavam porque, de fato, aprendiam melhor que os demais?

Na realidade, nosso subconsciente é capaz de gerar ilusões, “destravar” habilidades desconhecidas e uma série de outras tarefas incríveis e inexplicáveis até então. Algumas pessoas, por exemplo, revelam que durante o sonho falam fluentemente certo idioma, mas não encontram a mesma facilidade quando estão acordados.

Em casos raros, também já foram observadas pessoas em coma que, ao deixarem esse estado, simplesmente se esqueceram de suas línguas nativas, passando a adotar outro idioma — que não necessariamente eram fluentes antes da condição de saúde.

Independentemente do caso e da complexidade do mesmo, de um modo geral sonhar em inglês ou em outro idioma significa que você anda pensando mais nesse idioma, e consequentemente ele está sendo melhor fixado no seu cérebro.

Lembrando que esse “pensando mais” não necessariamente quer dizer que você esteja aprendendo a língua. Em alguns casos, pode ser que você simplesmente esteja manifestando um desejo imenso de falar a língua, ou está se sentindo muito preocupado a respeito do estudo.

Se você já fez aula de algum idioma, provavelmente já ouviu seus professores dizendo “pense em inglês” ou “pense em espanhol”, e por aí vai. Pois é, eles estão certos! Se você quer realmente fixar um novo idioma no seu cérebro, esse é o melhor caminho.


Clique Aqui: Sonhar com unha — tudo o que você pode aprender com esse sonho


Qual é a língua da sua “voz interna”?

Quando você fala mentalmente, pensa ou até mesmo sonha do dia-a-dia, sua língua é o português, certo? Bom, para a grande maioria dos brasileiros é. E a partir do momento em que você se habitua a pensar em outro idioma a ponto de modificar essa voz interna, é ela quem assume, influenciando inclusive nos seus sonhos.

Isso não significa que você sempre vá sonhar em inglês, ou que necessariamente você esteja aprendendo mais rápido o idioma. Mas é fato que, de um jeito ou de outro, você está fixando no seu cérebro tudo aquilo que vem aprendendo.


Clique Aqui: Sonhar com urso: o que diz o mensageiro do mundo espiritual?


Nunca sonhou em inglês? Saiba como conseguir

Você nunca sonhou em inglês? Não precisa se chatear, pois existem “truques” que podem ajudar o seu subconsciente a manifestar esse seu lado bilíngue — ou poliglota, vai saber. Ainda que os sonhos costumem se manifestar sem o nosso controle, é possível dar um empurrãozinho e condiciona-lo a nos obedecer.

Um bom truque é começar a assistir mais filmes, séries e documentários em inglês pouco antes de dormir. Ouvir músicas no idioma desejado para adormecer também costuma funcionar.

Quer outra dica? Procure se desafiar mais e deixe como livro de cabeceira um exemplar em inglês. Antes de dormir, leia algumas páginas, exercitando a voz interna toda vez que estiver lendo um diálogo ou mesmo uma narração.

E para finalizar, voltamos a bater na tecla do pensar em inglês. Tome essa prática como um hábito diário. Converse consigo mesmo, na sua cabeça, em inglês, prepare o café da manhã, escolha a roupa para o trabalho e todas as suas tarefas cotidianas.

Você vai perceber que quanto mais o inglês estiver exercitado na sua cabeça, mais automático será desenvolver o idioma e, claro, ter sonhos mirabolantes falando como um gringo.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar