.
Símbolos do hinduísmo: descubra os símbolos do povo Hindu

Símbolos do hinduísmo: descubra os símbolos do povo Hindu

Uma das religiões mais antigas e importantes de nossa história é o Hinduísmo. Muitas vezes pensamos que não possuímos nenhuma relação com esta religião, pois ela está a milhares de quilômetros de distância, entretanto, o hinduísmo e os símbolos do hinduísmo trouxeram muitas filosofias e modos de vida para a nossa vida, enquanto ocidentais. Vamos descobrir estes maravilhosos símbolos, que mantêm o hinduísmo no patamar de uma religião rica, diversa e extremamente plural.

  • Símbolos do hinduísmo - Om

    Símbolos do hinduísmo: Om

    Um dos símbolos mais conhecidos no mundo inteiro é o “Om” proveniente do alfabeto sânscrito, criado na Índia. Este som representa a vibração de todos os nossos ossos para o processo da meditação. Om também significa o sopro da vida, o sopro criador. Na religião cristã, o Om é representado como o sopro de Deus quando deu origem a Adão, como se uma leve brisa trouxesse vida aos nossos corpos.

  • Símbolos do hinduísmo - Trishula

    Símbolos do hinduísmo: Trishula

    Shiva, um dos principais deuses do hinduísmo, é aquele que carrega a Trishula, uma espécie de cetro, como uma longa foice. Cada uma destas três pontas significam as três funções divinas: criar, preservar e destruir. Ou seja, quando Shiva segura este objeto, ela está mostrando ao mundo a sua potência e imortalidade, pois além de poder destruir, também pode dar o sopro à vida.

  • Símbolos do hinduísmo - Suástica

    Símbolos do hinduísmo: Suástica

    Muitas pessoas acreditam que a suástica foi inventada pelos alemães para ser a maior representante da simbologia nazista, entretanto, este símbolo vem da milenar cultura hindu, onde em sânscrito dizemos: “svastika”. Ela significa sorte e os hindus acreditam que amuletos com este símbolo pode nos trazer fortuna e boa sorte para a vida.

  • Símbolos do hinduísmo - Mandala

    Símbolos do hinduísmo: Mandala

    A mandala é uma forma de desenho, objeto e filosofia onde tudo se mostra circular baseado em um centro. Ela nos mostra a noção de infinito da vida. Ao mesmo tempo que pode começar de fora para dentro, ela também pode explodir do centro para as suas bordas. Assim, toda a sua liberdade e movimentos infinitos criam o que chamamos de “mandala”. Ela serve para que possamos nos ligar com as divindades, assim, quando reconhecemos que o infinito, a liberdade e o poder está dentro de nós mesmos através destes ciclos mágicos, conseguimos nos relacionar com o caráter divino.

Créditos das Imagens –Dicionário de Símbolos


Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.