.
7 motivos para ser contra a homofobia

7 motivos para ser contra a homofobia

Homofobia, segundo o dicionário, é “aversão irreprimível, repugnância, medo, ódio, preconceito que algumas pessoas, ou grupos nutrem contra os homossexuais, lésbicas, bissexuais e transexuais. ” O Dia 17 de maio é o Dia Internacional de Combate à Homofobia e nós do WeMystic vamos te dar 7 (boas) razões para deixar de lado esse preconceito.

Não gostar de gays é homofobia?

Se você sofre de repugnância por pessoas que se assumem como homossexuais, bissexuais ou transexuais, você é homofóbico. Mas nunca é tarde para abrir a cabeça e compreender que, independente da orientação sexual, somos todos iguais. Veja alguns motivos que separamos abaixo.


7 motivos para deixar de ser homofóbico hoje mesmo

  • motivos para ser contra a homofobia - 1

    Homofobia é preconceito

    Você já deve ter ouvido falar que preconceito é uma coisa muito ruim, certo? Seja ele racial, social, religioso, sexual ou de qualquer outro gênero, ele só serve para alimentar o ódio entre as pessoas, trazer mágoas e sofrimento.

  • motivos para ser contra a homofobia - 2

    Homossexualidade NÃO é doença

    Não é doença, não é desvio de caráter, não é distúrbio psicológico, não é influência do meio onde se vive. Homossexualidade é orientação sexual, ninguém se torna homossexual, a pessoa nasce homossexual, portanto não existe cura para o que não é doença.

    A data 17 de maio foi instituída como o Dia Internacional contra a Homofobia justamente porque foi nesse dia em 1990, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a Homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde.

  • motivos para ser contra a homofobia - 3

    Orientação Sexual não define caráter

    Os valores, princípios e moral de uma pessoa nada tem a ver com a sua sexualidade. São coisas totalmente distintas, pense nisso antes de exercer qualquer julgamento. Ser homossexual não torna uma pessoa mais ou menos digna, mais ou menos honesta, uma coisa não tem nada a ver com a outra.

  • motivos para ser contra a homofobia - 4

    Amar alguém do mesmo sexo também é amor

    “Qualquer maneira de amor vale a pena”. Pare um pouquinho, desligue todos os julgamentos e conceitos pré-concebidos em sua cabeça: se uma pessoa ama a outra, independente de quem seja, esse amor merece ser valorizado. Homossexuais, lésbicas e transexuais amam da mesma maneira que os heterossexuais, o coração bate mais forte, têm sentimentos românticos, muitas vezes querem se casar, ter filhos, passar o resto da vida com aquela pessoa. É amor, e não deveria precisar de justificativa para amar.

  • motivos para ser contra a homofobia - 5

    Somos todos iguais na nossa diferença

    O escritor português Valter Hugo Mãe uma vez escreveu que “esperar que a vida de toda a gente fosse igual era uma rotunda estupidez”. Independente da nossa personalidade, preferências, gostos e orientação sexual, somos pessoas diferentes com direitos iguais. Somos todos humanos, com a nossa maravilhosa diversidade. Já pensou que mundo chato seria se todos nós fossemos exatamente iguais? Abrace a diferença!

  • motivos para ser contra a homofobia - 6

    Homofobia é crime

    O projeto de Lei que criminaliza a homofobia data do ano de 2006, entretanto ficou 8 anos em tramitação no Senado sem obter o apoio necessário para virar Lei. O Projeto de Lei 122 gerou polêmica principalmente entre grupos religiosos do país que vêm a homossexualidade como uma prática contrária às suas crenças. O projeto de Lei foi arquivado em 2015. Entretanto, a homofobia é crime sim de acordo com a Constituição Federal. O inciso IV do artigo 3º diz que é um objetivo fundamental da República “promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade, ou quaisquer outras formas de discriminação”. Portanto, a homofobia, uma vez que é uma clara forma de discriminação, é sim considerada um crime.

  • motivos para ser contra a homofobia - 7

    Você pode não gostar, mas tem de respeitar

    Se a homossexualidade não vai de encontro aos seus princípios éticos, morais ou religiosos e você não pretende mudar de ideia, tudo bem, mas algo é imprescindível: você DEVE respeitar a orientação dos demais. Não pode fazer piadinha, não pode olhar torto, não pode falar mal, não pode colocar apelidos maldosos, não pode partir para a violência. Se você não quer ajudar, não atrapalhe. Os homossexuais só querem viver a vida normalmente com sua orientação sexual (atenção, não é preferência sexual ou opção sexual, é orientação), por isso, se você não concorda, siga a sua vida e deixe que os outros sejam felizes. Mas fica a dica: aceitar é muito mais legal para todo mundo.

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual