.
Salmo 7 – palavras sagradas que pedem por justiça divina

Salmo 7 – palavras sagradas que pedem por justiça divina

O Salmo 7 é um dos salmos de lamentação do Rei Davi. Ao contrário do que acontece nos salmos anteriores, Davi está forte e confiante na justiça divina. Ele declara-se inocente dos pecados e infâmias que os seus inimigos insistem em apontar. Ele clama que Deus puna todos aqueles que forem culpados, incluindo ele, se Deus assim o julgar. Mas sabe que o Senhor é misericordioso e protege aqueles que são honestos e verdadeiros.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Salmo 7 – Salmo que pede por justiça divina

Salmo 7

Leia estas palavras com muita atenção:

  1. Ó Senhor, meu Deus, em ti encontro segurança. Salva-me, livra-me de todos os que me perseguem.
  2. Não permitas que eles, como um leão, me peguem e me despedacem, sem que ninguém possa me salvar.
  3. Ó Senhor, meu Deus, se tenho feito qualquer uma destas coisas: se cometi alguma injustiça contra alguém,
  4. Se traí um amigo, se cometi sem motivo alguma violência contra o meu inimigo,
  5. Então que os meus inimigos me persigam e me agarrem! Que eles me deixem caído no chão, morto, e largado sem vida no pó!
  6. Ó Senhor, levanta-te com ira e enfrenta a fúria dos meus inimigos! Levanta-te e ajuda-me, porque tu exiges que a justiça seja feita.
  7. Ajunta todos os povos em volta de ti e, de cima, reina sobre eles.
  8. Ó Senhor Deus, tu és o juiz de todas as pessoas. Julga a meu favor, pois sou inocente e correto.
  9. Eu te peço que acabes com a maldade dos maus e que recompenses os que são direitos. Pois tu és Deus justo e julgas os nossos pensamentos e desejos.
  10. Deus me protege como um escudo; ele salva os que são honestos de verdade.
  11. Deus é um juiz justo; todos os dias ele condena os maus.
  12. Se eles não se arrependerem, Deus afiará a sua espada. Ele já armou o seu arco para disparar flechas.
  13. Ele pega as suas armas mortais e atira as suas flechas de fogo.
  14. Vejam como os maus imaginam maldades. Eles planejam desgraças e vivem mentindo.
  15. Armam armadilhas para pegarem os outros, mas eles mesmos caem nelas.
  16. Assim eles são castigados pela sua própria maldade, são feridos pela sua própria violência.
  17. Eu, porém, agradecerei a Deus a sua justiça e cantarei louvores ao SENHOR, o Deus Altíssimo.

(Salmos 7:1-17)


Leia também: Este salmo pode ser a chave do poder em sua vida


Interpretação do Salmo 7

Neste Salmo, encontramos diversas ideias do Rei Davi em busca de misericórdia divina. Veja a interpretação completa:

Versículo 1 e 2 – Salva-me, Livra-me.

À semelhança do que acontece nos salmo 5 e salmo 6, Davi começa o Salmo 7 a pedir a Deus por misericórdia. Ele clama que Deus não deixe que seus inimigos o alcancem, alegando inocência.


Versículo 3 a 6 – Ó Senhor, levanta-te com ira

Nos versículos 3 a 6, Davi mostra como tem a consciência tranquila de seus atos. Ele pede a Deus que o julgue, e se ele estiver errado, tiver cometido pecados e maldades contra os inimigos, que seja punido pela ira de Deus pois crê que a justiça deve ser feita. Somente alguém com plena confiança em suas palavras e de consciência tranquila pode proferir tais palavras.


Versículo 7 a 10 – Tu és o juiz de todas as pessoas

Aqui, Davi louva e glorifica a justiça divina. Ele pede que Deus exerça sua justiça e veja que ele é inocente e não é merecedor de tanto sofrimento e tanto mal que seus inimigos lhe têm feito. Ele pede a Deus que acabe com a maldade daqueles que provocam sofrimentos e que recompense aqueles que, como ele, pregam o bem e seguem o caminho do Senhor. Por fim, ele clama pela proteção divina, pois confia que Deus salva aqueles que são honestos.


Versículo 11 a 16 –  Deus afiará a sua espada

Nestes versículos, Davi reforça o poder de Deus como um juiz. Que apesar de misericordioso, pune severamente aqueles que insistem em seguir o caminho do mal. Ele diz como os maus pensam e agem, e termina realçando que eles são bobos, pois acabam caindo em suas próprias armadilhas e sofrendo com a justiça divina.


Versículo 17 – Eu agradecerei a Deus

Por fim, Davi louva e agradece a Deus pela justiça, que ele confia que irá acontecer. Ele sabe que Deus protege os bons e os justos e por isso louva o Senhor com estas palavras sagradas.


 

Reze o Salmo 7 sempre que precisar reforçar a sua fé na justiça divina. Se você for justo e verdadeiro, Deus a de te ouvir e punir a todos que te difamam, te prejudicam, te causam sofrimento. Confie em Deus e em seu escudo protetor, e ele te trará a glória do julgamento justo.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada:

Gostou? Compartilhe!