.
Salmo 40: encontre alento aos corações desesperados

Salmo 40: encontre alento aos corações desesperados

Um Salmo é uma poderosa oração construída em um formato rítmico para que possa ser declamada como um verso e uma canção. Ao todo, existem 150 Salmos que, juntos, formam o Livro dos Salmos, escritos pelo Rei David em diversos momentos de sua trajetória. Neste artigo iremos nos debruça sobre o significado e a interpretação do Salmo 40.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a ajuda do meu Anjo! >

Cada um dos Salmos foi inspirado por um momento da história vivida pelo povo hebreu na época e, por esse motivo, cada um deles também possui uma temática individual e um propósito bem específico. Alguns Salmos foram escritos em momentos de grandes conquistas e portanto, celebram a vitória de Deus e seu povo, sendo destinados à orações de agradecimento por ter alcançado graças; já outros Salmos foram escritos em momentos de grandes angústias e sob o temor da injustiça. Deste modo, eles se destinam à orações em que deseja-se pedir o auxílio divino, para que interceda por si em prol da justiça.

Além de seus temas variados, os Salmos chamam a atenção por serem compostos em um ritmo e cadência que permite a eles serem cantados, o que teria o intuito de dar mais força às orações ao entrar em sintonia com as energias divinas. Através dessa metodologia, a mensagem transmitida pelos devotos seria mais clara e atendida mais facilmente.

Leia Também: A magia do Salmo: conheça a importância e os significados deste livro bíblico

O Salmo 40 e o alento dos corações desesperados

salmo 40


O Salmo 40 foi criado para trazer alento aos corações dos desesperados e daqueles que estão sem esperanças. Em seu texto, é possível encontrar palavras de conforto, assim como orientações para que haja paciência, orando para que Deus interceda em seu favor e o recompense por sua devoção e confiança em seu líder e Criador.

Encontre resposta para os seus pedidos Quero a ajuda do meu Anjo!

Por esse motivo, o Salmo 40 é recomendado por diversos religiosos para ser utilizado como auxílio em momentos de sofrimento, como a perda de pessoas queridas. Essas perdas podem ser em diferentes âmbitos, como um processo de separação doloroso ou mesmo quando são envolvidas traições.

Esta oração é utilizada também por muitas pessoas como uma forma de desejar o bem para o próximo, aos que estejam necessitando de paz em seus corações e precisem se distanciar de toda maledicência do mundo. O Salmo 40 faz parte também de muitos círculos de orações em prol dos pobres e necessitados.

“Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor. Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos. E pôs um novo cântico na minha boca, um hino ao nosso Deus; muitos o verão, e temerão, e confiarão no Senhor.

Bem-aventurado o homem que põe no Senhor a sua confiança, e que não respeita os soberbos nem os que se desviam para a mentira. Muitas são, Senhor meu Deus, as maravilhas que tens operado para conosco, e os teus pensamentos não se podem contar diante de ti; se eu os quisera anunciar, e deles falar, são mais do que se podem contar.

Sacrifício e oferta não quiseste; os meus ouvidos abriste; holocausto e expiação pelo pecado não reclamaste. Então disse: Eis aqui venho; no rolo do livro de mim está escrito. Deleito-me em fazer a tua vontade, ó Deus meu; sim, a tua lei está dentro do meu coração.

Preguei a justiça na grande congregação; eis que não retive os meus lábios, Senhor, tu o sabes. Não escondi a tua justiça dentro do meu coração; apregoei a tua fidelidade e a tua salvação. Não escondi da grande congregação a tua benignidade e a tua verdade.

Não retires de mim, Senhor, as tuas misericórdias; guardem-me continuamente a tua benignidade e a tua verdade. Porque males sem número me têm rodeado; as minhas iniqüidades me prenderam de modo que não posso olhar para cima. São mais numerosas do que os cabelos da minha cabeça; assim desfalece o meu coração.

Digna-te, Senhor, livrar-me: Senhor, apressa-te em meu auxílio. Sejam à uma confundidos e envergonhados os que buscam a minha vida para destruí-la; tornem atrás e confundam-se os que me querem mal. Desolados sejam em pago da sua afronta os que me dizem: Ah! Ah!

Folguem e alegrem-se em ti os que te buscam; digam constantemente os que amam a tua salvação: Magnificado seja o Senhor. Mas eu sou pobre e necessitado; contudo o Senhor cuida de mim. Tu és o meu auxílio e o meu libertador; não te detenhas, ó meu Deus.”

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: