.
Salmo 32 – significado do salmo de sabedoria de Davi

Salmo 32 – significado do salmo de sabedoria de Davi

O Salmo 32 é considerado um salmo de sabedoria e um salmo penitencial. A inspiração dessas palavras sagradas foram a resposta que Davi deu a Deus após o desfecho da situação que ele viveu com Bate-Seba. Confira a história no salmo abaixo.

Afaste as más energias!
Afaste as más energias da sua vida!
Atraia bons fluidos! Liberte-se das más energias e vibrações negativas que possam perturbar você. Não temos a solução dos problemas, mas podemos ajudar na descoberta para o caminho melhor. Saber mais >>

O poder das palavras do Salmo 32

Uma das marcas de integridade das palavras da Escritura Sagrada é o fato de que as fraquezas e triunfos das personagens ali relatadas são vividamente descritas. Leia com fé e atenção as palavras abaixo.

  1. Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto.
  2. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui a iniquidade, e em cujo espírito não há dolo.
  3. Enquanto guardei silêncio, consumiram-se os meus ossos pelo meu bramido durante o dia todo.
  4. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
  5. Confessei-te o meu pecado, e a minha iniquidade não encobri. Disse eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.
  6. Pelo que todo aquele é piedoso ore a ti, a tempo de te poder achar; no trasbordar de muitas águas, estas e ele não chegarão.
  7. Tu és o meu esconderijo; preservas-me da angústia; de alegres cânticos de livramento me cercas.
  8. Instruir-te-ei, e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir; aconselhar-te-ei, tendo-te sob a minha vista.
  9. Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio; de outra forma não se sujeitarão.
  10. O ímpio tem muitas dores, mas aquele que confia no Senhor, a misericórdia o cerca.
  11. Alegrai-vos no Senhor, e regozijai-vos, vós justos; e cantai de júbilo, todos vós que sois retos de coração.

(Salmos 32:1-11)


Clique Aqui: Salmo 33: a pureza da alegria


Interpretação do Salmo 32

Para que você consiga interpretar toda a mensagem deste poderoso Salmo 32, a Equipe WeMystic fez uma descrição detalhada de cada trecho dessa passagem, confira abaixo:

Versículos 1 e 2 – Bem-aventurado

Bem-aventurado, na mensagem bíblica, quer dizer aquele que é feliz e foi abençoado por Deus, apesar de seus pecados. O pecador confesso que passa pela expiação e é perdoado por Deus deve alegrar-se, pois é um bem-aventurado.


Versículos 3 a 5 – Confessei-te o meu pecado

Davi errou, pecou com Bate-Seba mas calou-se em uma resistência teimosa, para não admitir a culpa e esperar que o pecado e o seu castigo simplesmente desaparecessem. Enquanto ele não admitia, a sua consciência e seus sentimentos o atormentavam, mas o que mais doída era a mão pesada de Deus. Ele sabia que Deus sofria com o seu pecado e por isso, finalmente, pediu perdão. No momento do Salmo, Davi já havia sido perdoado e tinha seu relacionamento de fé com Deus retomado.


Clique Aqui: Salmo 34: o poder da divina proteção e da solidariedade


Versículo 6 –Todo aquele é piedoso

Com base em sua própria experiência, Davi orienta a congregação. Ele mostra que todos que confiarem, orarem e se arrependerem de seus pecados, serão perdoados por Deus, assim como aconteceu com ele.


Versículo 7 – Tu és o meu esconderijo

Neste versículo, ele vira as palavras à Deus e diz que é nele que ele se esconde, pois Deus o protege e o preserva das angústias.


Versículo 8 e 9 – Instruir-te-ei

Esse salmo 32 é de compreensão delicada, pois há muitas mudanças de discurso. Nos versículos 8 e 9, o narrador é Deus. Ele diz que irá instruir, ensinar e guiar o povo, mas que eles não podem ser como cavalos ou mulas que seguem sem entendimento, que precisam de cabresto e freio, que não há outra forma de conduzi-los se não assim. Deus não deseja colocar cabresto no seu povo, ele sabe que precisa ser rígido para que o povo seja disciplinado, mas ele espera que os fiéis lhe sirvam de vontade própria.


Clique Aqui: Salmo 37: palavras divinas de entrega e sabedoria


Versículos 10 e 11 – Alegrai-vos no Senhor e regozijai-vos

Mais uma mudança no discurso, agora o salmista mostra o contraste entre as dores e misérias dos ímpios com a alegria daqueles que se arrependem de seus pecados e seguem a Deus. Ele termina o salmo 32 convidando o povo a alegrar-se, cantar e ser justo e reto de coração, pois assim terão o perdão e misericórdia divina.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: