.
Salmo 28: promove a paciência para enfrentar obstáculos

Salmo 28: promove a paciência para enfrentar obstáculos

O Salmo 28 são palavras de lamentação atribuídas à Davi. Neste salmo, Davi faz uma prece contra os seus inimigos e invoca a Deus para ajuda-lo nos momentos difíceis.

Afaste as más energias!
Afaste as más energias da sua vida!
Atraia bons fluidos! Liberte-se das más energias e vibrações negativas que possam perturbar você. Não temos a solução dos problemas, mas podemos ajudar na descoberta para o caminho melhor. Saber mais >>

O poder da fé diante do silêncio divino no Salmo 28

  1. A ti clamo, ó Senhor; rocha minha, não emudeças para comigo; não suceda que, calando-te a meu respeito, eu me torne semelhante aos que descem à cova.
  2. Ouve a voz das minhas súplicas, quando a ti clamo, quando levanto as minhas mãos para o teu santo templo.
  3. Não me arrastes juntamente com os ímpios e com os que praticam a iniquidade, que falam de paz ao seu próximo, mas têm o mal no seu coração.
  4. Retribui-lhes segundo as suas obras e segundo a malícia dos seus feitos; dá-lhes conforme o que fizeram as suas mãos; retribui-lhes o que eles merecem.
  5. Porquanto eles não atentam para as obras do Senhor, nem para o que as suas mãos têm feito, ele os derrubará e não os reedificará
  6. Bendito seja o Senhor, porque ouviu a voz das minhas súplicas.
  7. O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei.
  8. O Senhor é a força do seu povo; ele é a fortaleza salvadora para o seu ungido.
  9. Salva o teu povo, e abençoa a tua herança; apascenta-os e exalta-os para sempre.

(Salmos 28:1-9)


Leia também: Salmo 26 – Palavras de inocência e redenção


Interpretação do Salmo 28

Veja a interpretação WeMystic deste salmo e compreenda as palavras sagradas:

Versículos 1 e 2 – Rocha minha

Nestes versos, Davi faz referência à Deus como seu refúgio, como uma fortaleza inabalável. Entretanto, Davi tem medo do silêncio de Deus e teme que o Senhor se afaste dele, tem a sensação de falta de intimidade com Deus e acha que por isso ele não tem ouvido as suas preces.


Versículos 3 a 5 – Não me arrastes juntamente com os ímpios

Nestes versículos do Salmo 28, Davi demonstra medo. Medo de se misturar aos ímpios, medo de ser abandonado por Deus, medo da morte. Ele tenta se distinguir dos ímpios ao tentar mostrar a malícia e o mal que vive nos corações deles. Mas Davi sabe-se diferente deles, mas tem medo que o Senhor não o perceba.


Leia também: Salmo 25 – orientação para quem busca por pessoas desaparecidas


Versículos 6 e 7 – Ouviu minhas súplicas

Nestes versos, o tom muda.  Agora Davi percebeu que Deus está sim ouvindo suas preces e súplicas, que o seu coração não confiou em vão. Ele usou Deus como seu escudo contra todo o mal, e foi socorrido no momento em que mais precisava.


Versículos 8 e 9 – O Senhor é a força do seu povo

Com a fé fortalecida pela sua salvação, Davi volta a exaltar a Deus. Como pequeno que somos, duvidamos que Deus nos ouve e irá nos atender, por mais que tentemos fazer com que a nossa fé seja maior do que as nossas dúvidas. Somos fracos e Deus sabe disso. Mas sabe também que somente aquele que confia e que jamais desiste, apesar de todas as provações, será atendido. A fé tem que ser mais fácil do que todas as dificuldades enfrentadas e é essa a lição que o Salmo 28 transmite: quem tem fé, mesmo diante do silêncio de Deus, será por ele ouvido e atendido.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: