.
Relacionamentos cármicos – descubra se você está vivendo um

Relacionamentos cármicos – descubra se você está vivendo um

A palavra Karma significa “Ação e Efeito”, nas religiões budista e hindu ela constitui o total da soma de ações desta vida e de outras encarnações. Os relacionamentos cármicos acontecem quando duas pessoas precisam resolver assuntos pendentes de vidas passadas.  A atração entre os que vivem um relacionamento cármico costuma ser intensa, logo que se veem sentem a necessidade de ficar próximos, têm a sensação que se conhecem de outras vidas.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Principais características de relacionamentos cármicos

relacionamentos cármicos

As pessoas que vivem este tipo de relacionamento costumam ter uma atração forte a princípio e rapidamente decidem ficar juntas. Ambas carregam emoções mal resolvidas dentro de si e pressentem que essa aproximação possui o poder de curar estas feridas. Estes sentimentos, que foram intensos em outras vidas, podem ser insegurança, raiva, ciúmes, culpa, medo, entre outros. A partir do reencontro das almas, o início da relação é um mar de rosas. Porém, com o tempo, as emoções mal resolvidas da outra encarnação vêm à tona.


Leia também: Entendendo e vivenciando danos e benfeitorias através do karma


Exemplos de relacionamentos cármicos

Os relacionamentos cármicos carregam fortes emoções. Diferente do relacionamento amoroso com a sua alma gêmea, que é sereno, calmo e duradouro, ele é intenso, avassalador, dramático e pesado. Não é um tipo de relacionamento que traz paz. Ele é marcado por ciúmes, abusos de poder, medo, manipulação, controle e dependência. Muitas vezes pode ter fins muito trágicos. Como por exemplo, uma mulher que é muito ciumenta e quer controlar seu parceiro de todas as formas. Ela não confia no seu companheiro, não proporciona liberdade para ele ter sua vida individual e desconfia sempre, mesmo não tendo motivos reais. O homem, mesmo gostando de sua companheira, resolve abandoná-la, por se sentir sufocado. Então, ela não consegue desapegar, não aceita a situação e acaba cometendo suicídio.

Ele se sente culpado para o resto de sua vida e nunca mais consegue viver outro relacionamento feliz. As emoções que devem ser curadas neste caso são o sentimento de posse da mulher, que não é saudável em nenhum relacionamento e, no caso do homem, o abandono do sentimento de culpa. Cada pessoa é responsável por seus próprios conflitos e ações. A base de um bom relacionamento é cada um ser livre, sentir-se bem consigo mesmo e não ter sentimento de posse. Se você estiver bem resolvido e ainda assim desejar se relacionar com outra pessoa, você pode ter encontrado o amor verdadeiro.


Leia também: Ritual aromático de libertação de Karma


O objetivo do reencontro nos relacionamentos cármicos

Os reencontros em relacionamentos cármicos acontecem para que as pessoas se curem e deixem o outro ir. Provavelmente, você não vai ficar para sempre com alguém que vive um relacionamento deste tipo. Muitas vezes, eles são curtos e podem não curar as feridas passadas. O principal objetivo dos relacionamentos cármicos é que as pessoas se tornem livres e independentes, sejam bem resolvidas e tenham amor próprio acima de tudo. Não costumam ser relações duradouras e estáveis, existe sofrimento e dor de ambos os lados. Mas, isso é necessário, para o crescimento e evolução de cada um. É uma oportunidade para que ambos desenvolvam o desapego e estejam preparados para viver outro relacionamento livre e saudável.

Este artigo foi livremente inspirado nesta publicação e adaptado ao Conteúdo WeMystic.

 


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: