.
Projeto doa cadeiras de rodas para deficientes físicos

Projeto doa cadeiras de rodas para deficientes físicos

Idealizado por Julia Macedo em 2013, quando ainda tinha 9 anos de idade, o Lacre do Bem arrecada lacres de latinhas de alumínio para vender à reciclagem em Belo Horizonte (MG). Com o dinheiro arrecadado, o projeto tem como objetivo comprar cadeiras de rodas para a doação para pessoas com deficiência física.

Como surgiu este projeto?

A ideia do projeto nasceu depois que Julia, após fazer uma doação, recebeu um agradecimento em forma de origami de uma creche que cuida de crianças com paralisia cerebral na capital mineira. Ainda menina, ela ficou bastante comovida com o agradecimento e pensou que poderia fazer mais. A menina logo mobilizou toda a família para que pudessem desenvolver o projeto Lacre do Bem.

Não foi fácil. De acordo com o site do projeto, a ideia começou com recolher lacres das latinhas que encontrasse pelo caminho, porém, esse caminho se mostrou bem complicado, afinal, não é fácil encontrar latinhas por aí se não for no lixo. Depois de dois meses juntando os lacres, a família conseguiu encher apenas metade de uma garrafa pet de 2 litros. Enquanto todos olhavam para a parte vazia, Julia só conseguia olhar para a parte cheia.

A família começou a achar que o sonho da menina estava longe da realidade, mas Julia não desistiu. Com persistência mostrou para todos que era possível fazer a diferença. Então, começou a fazer bilhetinhos para entregar na escola pedindo para que todos colaborassem recolhendo os lacres. Com essa atitude, ela atraiu os olhares dos colegas de escola, professores e amigos. Assim, a família que voltou a acreditar que o projeto poderia dar certo.

A atitude gerou um murmurinho na imprensa e após uma reportagem no jornal Estado de Minas e TV Alterosa. Em 2014, Julia ganhou o prêmio Bom Exemplo Cidadania, promovido pela Rede Globo Minas em parceria com a Fundação Dom Cabral, Fiemg e jornal O Tempo. Como consequência, o projeto Lacre do Bem ganhou visibilidade e logo as doações começaram a aparecer.

“A verdadeira deficiência é aquela que prende o ser humano por dentro e não por fora, pois até os incapacitados de andar podem ser livres para voar”/span>
Thaís Moraes

Lacre do Bem: Um ajuda solidária

O Lacre do Bem acabou se tornando uma associação reconhecida nacionalmente e atualmente recebe doações de lacre de várias cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Brasília e Bahia através de coletores espalhados por shoppings e escolas. Para adquirir uma cadeira de rodas são necessários 352 mil lacres. Em seis anos, o projeto adquiriu e doou 423 cadeiras – valor atualizado em dezembro de 2018.

No site Lacre do Bem é possível realizar um cadastro para solicitar uma cadeira de rodas. Além disso, o projeto aceita doações em dinheiro, além dos lacres é claro. Atualmente Júlia tem 15 anos e nos mostra que toda ação social é válida, basta acreditar.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.