.
Por que Deus não atende os meus pedidos?

Por que Deus não atende os meus pedidos?

“Eu tenho orado tanto, mas as coisas não estão melhorando, o que eu faço? ”. Recebemos inúmeras mensagens como essa diariamente aqui no nosso portal WeMystic. Pessoas religiosas, que acreditam no poder da oração, mas que não estão tendo os seus pedidos atendidos por Deus. Você se pergunta: Porque Deus não atende meus pedidos? Porque Deus não me ouve? Porque Deus não faz nada? Porque Deus não me ajuda? Veja uma reflexão abaixo.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Porque nem todos os pedidos são atendidos por Deus

Quando recebemos mensagens como essa, tentamos acalmar nossos leitores e tentar compreender o problema – afinal, se ele tem fé, por que Deus não está lhe ouvindo? A resposta é muito clara e nós encontramos uma metáfora muito interessante do Professor Felipe Aquino, da Canção Nova, que tem nos ajudado a explicar essa questão. O professor disse: “Um pai daria um revólver carregado ou uma navalha para o filho brincar? Não, é claro que não, mesmo que o filho esperneie e chore. ” E é exatamente esta a resposta. Deus não nos atende pois ele sabe que aquele pedido ou graça é um perigo à nossa alma, não será benéfica para a nossa vida. Às vezes é difícil de entender, pois acreditamos que o nosso pedido é “do bem”, não causa mal a ninguém, te traria paz e alegria. Mas quem nos conhece melhor do que ninguém? Deus. Ele sabe o nosso caminho, sabe do que precisamos e principalmente do que não precisamos, e nega os nossos pedidos mesmo que nós fiquemos chateados com ele.


Deus sabe o que é melhor para nós

Uma prova disso é a passagem da Bíblia em que Jesus diz aos Apóstolos: “Não sabeis o que pedis! ”. Deus nega os nossos pedidos não porque nos esqueceu ou porque não nos considera digno de tal graça, ele nega por misericórdia. Muitas vezes a graça divina nos aparece nos momentos mais improváveis e que menos esperamos: durante as provações. Podemos estar durante anos lutando contra um problema, e quando menos esperamos, ele se resolve da maneira mais simples e inesperada possível. Novamente a Bíblia Sagrada serve de bálsamo: quando os Apóstolos passaram uma noite inteira sem conseguir pescar nenhum peixe e já voltavam em seus barcos desanimados, Jesus lhes disse: “Lançai a rede a vossa direita”. Deus sabe a hora certa para tudo, inclusive para que nós tenhamos os nossos problemas resolvidos – quando formos verdadeiramente merecedores desta graça e tivermos tirado o aprendizado que ele quis nos passar com o problema.


Leia também: Anjos Caídos: quem são os rebeldes que abdicaram de seu lugar junto à Deus?


“Deus tarda mas não falha”

Disse o ditado. E é verdade. Cabe a nós os fiéis compreender o tempo e os desígnios de Deus. Compreender com muita fé e humildade, que se ainda não tivemos o nosso pedido atendido, há de haver uma razão: ou não pedimos com fé o bastante, ou ainda não é hora desse problema ser solucionado, ou Deus não acredita que aquilo será bom para nós.


Pedidos atendidos? Depois de muitos anos

Nós temos pressa, temos urgência, não queremos esperar, e isso não nos ajuda em nada. A história da Igreja Católica possui diversos exemplos de fieis que tiveram que esperar por muito tempo para ter a sua graça finalmente atendida. Você conhece a história de Santa Mônica e Santo Agostinho? Agostinho era o filho mais velho de Mônica, um homem inteligente e questionador, que perseguia as verdades sobre o mundo. Apesar de ter crescido com uma mãe cristã e muito religiosa, Agostinho levou-se para o caminho da vida pagã, procurou a verdade e a felicidade no mundo, nos pecados e nos vícios. Então, Santa Mônica rezou, rezou muito em um vale de lágrimas, pela salvação e conversão de seu filho Agostinho. Ele demorou 20 anos a se converter, se arrepender de seus pecados e se tornar um cristão. Mônica rezou insistentemente, todos os dias, sem perder a fé durante todos esses longos anos, e mesmo depois de sua conversão, ela não parou de orar por esta causa, agora em gratidão a Deus. Ele orou, no total, 33 anos pela conversão de seu filho.

O poder e a fé de Santa Mônica foram tão notáveis, que Agostinho tornou-se um grande sacerdote e depois um aclamado bispo. Um dos servos de Deus mais importantes da Igreja Católica, que defendeu a Igreja com argumentos, fé e perseverança, tornou-se um dos maiores doutores e santos da Igreja, com inúmeros devotos a ele. Tudo isso aconteceu porque Santa Mônica nunca desistiu, nunca perdeu as esperanças, mesmo quando Agostinho se encontrava perdido em pecado.


Leia também: Oração Poderosa – os pedidos que podemos fazer a Deus em oração


É preciso ter calma, fé e sabedoria

Esse é o melhor conselho que podemos dar. É isso que Deus quer de nós, que nós acreditemos que ele sabe o que está nos preparando, que sabe o que é melhor para nós e só pede que nós tenhamos fé e paciência. Não sejamos como um filho impaciente que se chateia com o pai e dá birra porque ele não nos deixou brincar com fogo ou com facas.  Deus é Pai e Deus é bom, não nos magoemos com ele, pois ele jamais se esquece de nós.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada:

Gostou? Compartilhe!