.
Você sabe por que Obaluaê/Omulú foi criado por Iemanjá? Descubra!

Você sabe por que Obaluaê/Omulú foi criado por Iemanjá? Descubra!

Obaluaê/Omulú foi um dos filhos de Nanã, entretanto quem o criou foi Iemanjá. Confira uma lenda (itan) que explica essa história.

CONSULTA DE TAROT

Escolha uma carta e comece a consulta de Tarot 100% personalizada!

A história da criação de Obaluaê/Omulú

De acordo com a mitologia Iorubá, Nanã enfeitiçou Oxalá para conseguir seduzi-lo e engravidar dele. E ela conseguiu, entretanto quando Obaluaê nasceu, o menino tinha o corpo coberto de feridas e chagas. Obaluaê nasceu com varíola e seu corpo era completamente mal formado. Nanã não suportou a ideia de ter dado a luz a um bebê daquela maneira, e sem saber o que fazer com ele, abandonou-o à beira mar, para que a maré cheia o levasse.

Como se não bastasse o abandono e a doença, Obaluaê ainda foi atacado por caranguejos que se encontravam na praia, deixando a criança ferida e quase morta.


Iemanjá salvou Obaluaê

Ao ver a criança sofrendo, Iemanjá saiu do mar e tomou a criança em seus braços. Ela então levou-o para uma gruta e cuidou dele, fazendo curativos com folha de bananeira e alimentando-o com pipocas. Quando o bebê se recuperou dos graves ferimentos e das doenças, Iemanjá resolveu cria-lo como seu filho.


Clique Aqui: Erês e seu significado religioso na umbanda e no catolicismo


A imagem de Obaluaê

O corpo de Obaluaê ficou marcado por cicatrizes e marcas muito impressionantes, e por isso, vivia se escondendo para quem ninguém o visse. Em um dia de festa em que os orixás se reuniram, Ogum pergunta por Obaluaê e percebe que ele não quer aparecer por conta de suas feridas. Então, ele vai ao mato, faz um capuz de palha para cobrir Obaluaê dos pés à cabeça.

Ele então aceita aparecer e participar da festa com esse capuz, mas sem dançar, pois era um orixá muito fechado. Iansã então aproxima-se dele com o seu vento e sopra o capuz de palha de Obaluaê. Nesse momento, todas as feridas dele se transformaram em uma chuva de pipocas revelando o menino belo, sadio e radiante como o sol ele seria sem as mazelas de suas chagas.

Por causa de sua história de doenças e sofrimento, ele se tornou orixá das doenças, aprendendo com Oxalá e Iemanjá como curá-las.

Pela sua infância de abandono e sua vida escondendo suas chagas atrás das palhas, Obaluaê tornou um orixá muito sério, taciturno e compenetrado, que não gosta de risadas e bagunças, é um orixá sempre fechado.


Obaluaê e Omulu – qual a diferença?

Omulu é o orixá maduro, velho, da cura e das doenças. Obaluaê é o orixá jovem, o senhor da evolução dos seres. Juntos regem a estabilização da ordem do mundo, sem eles, nada se sustenta (afinal a vida e a morte precisam andar juntas para dar a chance de evolução às almas). Obaluaê é a divindade que sustenta e conduz o mundo. Omulu é aquele que conduz as passagens de um plano a outro: da carne para o espírito e do espírito à carne.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: