.
O signo ascendente começa a influenciar só aos 30 anos?

O signo ascendente começa a influenciar só aos 30 anos?

É muito comum ouvirmos que a influência do nosso signo ascendente só começa a atuar a partir dos 30. É verdade? É e não é. Entenda melhor como isso funciona no artigo abaixo.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Quando é que o signo ascendente começa a atuar?

Signo ascendente

Quando completamos 30 anos de idade, acontece um episódio chamado de Retorno de Saturno. Na astrologia, o resto de saturno acontece quando este planeta dá uma volta completa em torno do sol e volta ao ponto exato traçado no dia do nosso nascimento.

Assume-se que o Retorno de Saturno ocorre aos 30 anos pois é um período marcado por mudanças profundas na vida das pessoas. Amadurecimento, decisões, transformações pessoais e profissionais. E nesta data que muitos vivenciam a chamada “crise dos 30”. A verdade é que antes dos 30 anos, temos uma experiência muito breve e superficial da vida, estamos iniciando o conhecimento mais aprofundado em relação ao trabalho, aos relacionamentos amorosos e familiares a partir do ´estalo´ que sofremos ao completar 30 anos.


Nem todo mundo vive este momento na mesma idade

A verdade é que cada pessoa é de uma maneira, vive uma vida diferente e tem aprendizados diversos. O Retorno de Saturno acontece quando o Senhor do Tempo age em nossa vida trazendo uma bagagem muito importante chamada maturidade. Quantas pessoas de 30 anos você conhece que não possui maturidade nenhuma? Ousamos apontar que muitas. Portanto, é complicado definir uma idade exata para a influência de Saturno na vida da pessoa.


Leia também: Signos ascendentes: o que são e como regem sua personalidade


A influência de Saturno

Antes que pensemos que a influência de Saturno nos traz apenas maturidade, é preciso explicar melhor. Saturno é, na astrologia, um planeta tido como maléfico. Ele traz transformações doloridas por onde passa. Mas o importante é perceber que as dificuldades que ele nos impõe tem como objetivo o nosso crescimento. Quando ele chega ao ponto do nosso nascimento, traz (por bem ou por mal) uma reflexão daquilo que somos e quem estamos nos tornando, aprendemos a avaliar nossas próprias escolhas e como consequência, temos maior responsabilidade pelos nossos atos e pensamentos.


Saturno faz a transição do jovem para o adulto

É aí que entra a crise dos 30. Quando passamos da casa dos 20 para a casa dos 30, bate em nossas costas o peso da responsabilidade de já não ser mais um rapaz ou uma moça, é hora de ser adulto. Saturno influencia nos tornando mais reflexivos, analisando o que temos e somos, o que gostaríamos de ter e de ser, e para muita gente, esse processo é difícil e desconfortável. Como Saturno demora 30 anos para completar uma volta em torno do Sol, assumimos que aos 30 anos ele virá influenciar nossa vida e tornar as influências do nosso signo ascendente mais notáveis. Entretanto, muitas pessoas não aparentam ter as mudanças que este planeta influencia na chegada dos 30 anos.


Por que isso acontece?

Pela lógica, não deveria acontecer. Porque o movimento dos planetas é estável e por isso demoraria exatamente a mesma quantidade de dias e horas para influenciar cada pessoa.  Entretanto, mesmo que a influência de Saturno seja feita em nossa vida, nem todo mundo as absorve e as acolhe de braços abertos. Muitos adiam as mudanças que a nossa própria mente sugere, ignoram, deixam para depois, fingem não escutar. E assim, a influência do signo ascendente também não se faz presente.


Quando o signo ascendente começa a agir

Apesar de haver exceções, na maioria das pessoas, os 30 anos chegam com todas as mudanças previstas pelo Retorno de Saturno.  O signo ascendente é a primeira Casa Astrológica do nosso mapa astral, e ela revela a nossa identidade, o nosso Eu interior. É ela que revela o nosso jeito de ser e de fazer as coisas, aquilo que nos rege. Quando amadurecemos, passamos a compreender um pouco mais da nossa imagem, assim como os nossos potenciais e dificuldades. Com a maturidade, temos a oportunidade de conhecer os nossos limites e adquirimos a consciência da nossa real personalidade. Por isso, assumimos características que estavam logo ali, na nossa primeira casa astrológica – que é a maneira como somos vistos pelos outros. Já percebeu que a maneira como ouvimos a nossa voz é diferente daquela que os outros escutam? Com a nossa personalidade é a mesma coisa. Mas quando o signo ascendente passa a atuar, começamos a compreender melhor a nossa personalidade da forma como os outros a percebem.


Leia também: Saiba como descobrir o ascendente do seu signo no Horóscopo chinês


Mas o signo solar é sempre o mais vibrante

Mas é errada a ideia de pensar que nos tornamos o nosso signo ascendente, isso não acontece. O nosso signo dominante é sempre a nossa essência, nossa alma, em nenhum momento perde sua força (a não ser que você seja de um signo de transição, que aí a lógica pode ser diferente). O signo ascendente é como um meio para chegar até sol, nos tornamos seres mais plenos e conscientes das nossas características, é ele quem nos dá o acesso de contato com o nosso Eu mais profundo.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: