.
O recurso da meditação para entrar em contato com seu eu interior

O recurso da meditação para entrar em contato com seu eu interior

Antes mais nada, é fundamental estabelecer o entendimento sobre nosso “eu interior”, o qual se caracteriza basicamente pela imagem que fazemos de nós mesmos. É nele que construímos em todas as peças e níveis nossa consciência, mesmo que inconscientes muitas vezes.

receitas de aromaterapia

Cérebro: Nosso guia


O cérebro humano é uma peça muito complexa e que ainda exige um grande esforço para ser compreendido, onde estão presentes níveis como o subconsciente; o qual não está sob total controle, sendo um dos maiores responsáveis pela maneira como reagimos emocionalmente aos acontecimentos de nossas vidas. Ao longo de cada trajetória, coletamos experiências as quais muitas vezes terminam em situações embaraçosas, sofridas e traumáticas, deixando marcas acumuladas em um eu interior confuso, mas fortalecido. Em suma, o eu interior reúne tais experiências e traumas como uma forma de alerta, para nos defendermos de situações similares e não vivenciarmos os mesmos desgostos.

O grande problema é que não temos um claro acesso a essa parte de nós e as experiências que ali residem. Muitas vezes essas experiências nos impedem de seguir adiante, pois os traumas podem ser intensos a ponto de criar escudos bloqueadores de novas conexões com pessoas ou sentimentos. O acúmulo de raiva, mágoas e medos ali reprimidos, e que aparentemente estariam sob nosso controle, fazem com tenhamos reações negativas a situações que seriam, na verdade, inofensivas.

Leia Também: Saiba como é a música ideal para a prática do Reiki.

Iluminando sua mente, expandindo o eu interior


Para que possamos realmente seguir adiante é preciso aprender a acessar nosso eu interior e superar tais acúmulos negativos. Isso, claro, exige uma profunda análise e reflexão sobre nós mesmos, quem somos e nossas atitudes. É de extrema importância olhar para além do espelho e das sombras internas, percebendo se o que fazemos é realmente uma decisão baseada no que desejamos, ou um mero reflexo do que já foi vivenciado; observe se determinados sentimentos ou atitudes são mais recorrentes do que realmente deveriam. O autoconhecimento pode ser obtido através de um conjunto de atitudes do nosso dia a dia, que nos levam gradativamente a substituir nossos medos e anseios pelo positivismo e a felicidade.

Leia Também: Feng Shui: transforme seu lar em fonte inesgotável de bem-estar.

Meditação


Como ferramenta poderosa que é, se quisermos aprendermos a explorar a mente, a meditação caberá exatamente a este propósito, tendo como significado da palavra, justamente o termo “voltar-se para o centro”. Meditar é ir muito além da reflexão sobre algo, é um exercício diário da mente onde o ser humano tenta, através de várias técnicas, compreender a si próprio, suas atitudes e anseios. Ao ser exercitada, ela pode se tornar uma grande aliada na auto compreensão e superação de mágoas e feridas mal curadas.

Leia Também: Desapego: Aprenda a dizer adeus.


Descubra a sua orientação espiritual! Encontre-se!

Gostou? Compartilhe!