.
O que acontece quando se encontra um amor após relacionamento abusivo

O que acontece quando se encontra um amor após relacionamento abusivo

Quando você vive um relacionamento abusivo, não percebe o tamanho do impacto emocional que ele causa em você. Você alimenta uma falsa esperança de que tudo é uma fase e que este mau momento do relacionamento irá passar. Quando finalmente conseguimos sair desse tipo de relacionamento, pode haver alívio, como pode haver um vazio enorme. O problema é o que vem depois: as cicatrizes que ficam nos condicionam à alguns costumes e hábitos que permanecem quando vamos nos relacionar com outras pessoas.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Ao encontrar um novo amor após relacionamento abusivo, você…

relacionamento abusivo

Quando você encontra um novo amor e sente em seu coração a vontade de amar de novo, uma série de medos podem surgir, como:

  • No início, você fica esperando pelo pior

    Depois de um relacionamento abusivo, é comum você não confiar em mais ninguém para se relacionar. Você espera o pior da pessoa, acha que ela irá cometer os mesmos erros do seu antigo relacionamento, que é só uma questão de tempo até tudo desandar. Em outras palavras: você não acredita que exista um bom companheiro(a) para você, que todos são iguais.

  • Você desconfia de tudo

    Você desconfia de tudo que ele(a) diz e começa a se tornar um pouco paranoico com isso. Você não consegue acreditar que as pessoas possam ser honestas e faz ligações malucas na sua cabeça para justificar a sua desconfiança.

  • Ele(a) é bom demais para ser verdade

    Você não acredita que uma pessoa possa ser gentil, amorosa e carinhosa com você sem estar com segundas intenções ou esperando algo em troca. Você acha que ele(a) está escondendo algum defeito, um segredo grave ou que ele(a) te abandone da noite para o dia, afinal, ninguém é tão legal assim com você. Por mais que ele(a) tente provar que não há razões para duvidar das suas intenções, você não consegue confiar 100%, pois reforça o ditado “gato escaldado tem medo de água fria”. Este é um reflexo do que aconteceu no passado com seu relacionamento abusivo, mesmo que o seu novo amor não lhe dê motivos para tamanhas desconfianças.

  • Você pensa que é melhor se afastar

    Você tem medo de sofrer tudo de novo. Só de pensar em tudo que viveu tem tanta aflição que acha que é melhor estar sozinha(a) do que se sujeitar a enfrentar tudo de novo. Essa é uma fase difícil, especialmente para o seu parceiro, pois mesmo fazendo tudo para te agradar, você acaba por rejeitá-lo ou afastá-lo de si. Mas se ele(a) realmente te ama e estiver disposto a brigar por você, ele não te deixará ir embora.

  • Você fica à espera de conflitos

    Você sempre acha que em algum momento, vocês vão acabar explodindo em uma briga, que haverá gritos, mágoas, discórdia e choro. Mas ao invés disso, qualquer problema que aparece entre vocês, vocês conversam, se acertam, e o namoro segue em frente, firme e forte. Você começa a perceber que quando um amor quer mesmo estar ao seu lado, ele fará de tudo para que vocês fiquem bem, sem brigas.

  • Você começa a se desculpar demais

    Quando você sai de um relacionamento abusivo, você está fragilizado(a), com autoestima abalada e acaba pendido desculpas por tudo e por nada. Este alguém do passado te fez sentir culpada por muitas coisas e você se acostumou a se desculpar compulsoriamente. Além disso, você ainda tem na cabeça que ele é bom/ela é boa demais para você e tem medo de estragar isso. Seu novo amor terá de estar sempre dizendo que está tudo bem, que não precisa se desculpar.

  • Você se questiona se ele(a) não estaria melhor sem você

    “Mas o que ele viu em mim?” ou “Eu só trago problemas para a vida dela”. É um sentimento comum. Estamos tão marcados por aquele sofrimento que é difícil aceitar que somos de fato merecedores de um amor tão autêntico e altruísta. Nós temos tanto medo de amar de novo que achamos que essa pessoa deveria ter alguém para amar por inteiro, sem nossas cicatrizes. Até o dia em que conseguirmos de fato nos convencer de que somos de fato merecedores deste amor e deste relacionamento harmônico.

  • Você tenta compensar em dobro o período difícil

    Quando você finalmente aceita que esta pessoa te ama e que está com você para o que der e vier, a tendência é tentar compensar em dobro tudo que ela faz por você. É claro que é bom demonstrar o seu amor e tentar ser um bom companheiro/boa companheira. Mas vá com calma. Você não precisa provar a essa pessoa que a ama, ela ama você do jeitinho que você é.

  • Você finalmente passa a confiar

    Quando você finalmente consegue confiar no seu novo amor, é um alívio enorme, tira um peso das suas costas e uma preocupação da sua cabeça. É importante você compartilhar com essa pessoa tudo o que você viveu e o porquê dessa dificuldade em confiar, desse medo do relacionamento. Isso fará com que o seu amor aprecie você por estar tentando superar tudo isso. Você terá orgulho em pensar que venceu um relacionamento abusivo e que hoje é capaz de amar de novo, sem deixar que as sequelas de todo o sofrimento atrapalhe a sua felicidade e seu futuro.

  • Você reaprende o que é o amor

    Você precisa reaprender o que é o amor pois sua definição de amor estava totalmente corrompida pelo relacionamento abusivo anterior. Você vê que quem ama, não machuca a pessoa amada, nem com palavras, nem com gestos. Que humilhação é algo distante do amor, que não cabe em um relacionamento amoroso. Que o ciúme não representa amor, mas sim posse e vício. Você percebe que amor é querer bem, independente do que aconteça, sem joguinhos, sem provocações. Você vê que o seu amor vai te ajudar a se reconstruir, a se fortalecer, a voltar a ser a pessoa que você era antes do relacionamento abusivo, a ser uma pessoa melhor, amar e ser amada(a) sem medos ou condições.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: