.
Limpeza espiritual para superar traumas em 5 passos

Limpeza espiritual para superar traumas em 5 passos

Podemos até pensar que a limpeza espiritual para superar traumas não é necessária. Porém, ao longo da vida, adquirimos uma bagagem onde depositamos alguns traumas psicológicos e emocionais resultantes de conflitos que vivemos com pessoas ou situações. Essas marcas fazem parte de nosso passado e muitas vezes são inconscientes, ficando adormecidas e de certa forma, funcionando como uma sombra que nos atrapalha em vários sentidos.

Os efeitos traumáticos são reais e geralmente se ligam às nossas emoções, humores negativos, a forma como nos relacionamos com as pessoas e podem resultar em explosões emocionais sem explicação. Estes sentimentos assumem o controle de nosso comportamento e ações, que fazem nos arrepender mais tarde.

A questão é: podemos curar os efeitos destes traumas psicológicos? Um processo de cinco etapas pode te ajudar a ao menos amenizar estes sentimentos e seguir sua vida em paz.

Conheça os 5 passos da limpeza espiritual para superar traumas

  • Primeiro passo para limpeza espiritual: Compreensão

    O processo de cura de traumas deve começar com a compreensão, para que uma verdadeira mudança ocorra. Ao decorrer da nossa vida, cultivamos uma crença em nossas cabeças de que sabemos de tudo, mas não conseguimos fazer nada para mudar.

    A partir do momento que compreendemos que existe um problema, já damos o primeiro passo para entender que nosso comportamento precisa ser modificado. A compreensão é o processo de trazer algo para o plano da consciência, já que até então estava escondido no inconsciente.

    O conhecimento e a compreensão real são coisas diferentes. Para a mudança de fato acontecer, a compreensão intensa é essencial, não funciona se for superficialmente. É preciso entender que nossos padrões que parecem imutáveis como comportamento, são consequências de feridas emocionais e crenças erradas, adquiridas no passado.

    Até o momento, as feridas estão inconscientes. Diferente das feridas físicas, as emocionais nunca se cicatrizam completamente. Essa cicatrização é ainda pior se não dermos a devida atenção a elas. Os padrões de comportamento determinados por nossas feridas são autossustentáveis. Um exemplo claro: quando ficamos chateados com nosso chefe porque ele falou conosco de maneira grosseira em frente aos colegas de trabalho. Depois de um tempo, o nervosismo se vai e você acredita que passou a raiva. Mas, este sentimento não desapareceu de fato. Por algum tempo a emoção ficou consciente e depois passou para o nível de nossa inconsciência. Em qualquer momento, pode emergir na superfície. Quando estivermos com nossa família e amigos, o ressurgimento desta raiva pode se manifestar e resultar em um comportamento não desejado. Isso é um exemplo de um trauma não compreendido.

  • Segundo passo para limpeza espiritual: ter responsabilidade por nós mesmos

    Nos momentos em que sentimos raiva sobre algo ou alguém, tendemos a crer que essa raiva é justificável, que faz parte do nosso Ego. Então, buscamos encontrar uma desculpa para nosso comportamento, o que é muito comum. A explicação mais usual é colocar a culpa de nossa raiva em outra pessoa, ou dizer que esta era a única reação possível naquela situação.

    Assim, negamos nossa responsabilidade, culpamos um fator externo e tentamos encontrar um bode expiatório para justificar um comportamento desnecessário.

    Na primeira etapa da limpeza espiritual, entendemos que a raiva é causada por nossas feridas psicológicas, o ambiente só oferece situações para a emoção emergir em nossas ações novamente. A verdadeira mudança só é alcançada se entendermos que a tristeza, inveja ou raiva e nosso comportamento em relação a esses sentimentos são quase sempre resultados das cicatrizes emocionais e uma consequente deformação da realidade.

    Então, devemos deixar de procurar desculpas para nosso comportamento e assumir a responsabilidade por nossa infelicidade ou raiva, estando cientes que esses são os resultados de nossas feridas, de algo ruim. Se assumirmos essa postura, um caminho estará aberto para nossa cura.

    Se você conseguir ser responsável por todos os seus atos, a sua estrutura mental vai tomar outros rumos, as feridas vão iniciar o processo de cura. Repita mentalmente: Eu sou responsável, sem culpas, pois assumir a responsabilidade por algo não infere em culpa, mas sim na integridade de meu ser em relação às escolhas e decisões de minha vida.

  • Terceiro passo para limpeza espiritual: vivência e empatia

    Para seguir com sucesso seu processo de limpeza espiritual é importante estar alerta, mas sem ficar tenso. Precisamos reconhecer os padrões de comportamento que se originam nas feridas internas e assumir a responsabilidade pelos comportamentos gerados por nossos traumas. Todo padrão possui uma estrutura e geralmente percebemos pela sua redundância, a repetição recorrente.

    Nos momentos em que o medo, tristeza, raiva ou inveja surgirem não devemos voltar a atenção para o que acontece ao nosso redor. O correto é buscar a razão de nosso comportamento internamente. Afinal, as interpretações e respostas negativas originam de nós mesmos.

    Procure se concentrar na própria emoção do momento. Se sentir raiva, experimente isso ao máximo. Não bloqueie, represe ou paralise este sentimento, deixe tomar conta de você, vivencie e veja como será sua reação. Este é o começo do reconhecimento e é importante se lembrar: enquanto essa emoção não for para o plano físico, através de uma reação irracional, você tem o poder de estuda-la e entende-la.

  • Quarto passo para limpeza espiritual: o retorno ao passado

    Depois de experimentar as emoções de medo, tristeza, inveja ou raiva intensamente, tente voltar ao passado e encontrar a raiz dessas emoções, a ferida de origem, que fomenta esse sentimento. Siga o caminho da raiz, onde você vai encontrar todas as causas. É possível achar uma série de feridas pequenas, mas não pare no primeiro trauma. Cave fundo, até que a primeira ferida se revele. Verifique como e em qual circunstância essa cicatriz foi criada.

    Todos somos capazes de resgatar nossas memórias, nosso passado nos pertence, está lá dentro, mesmo que de forma inconsciente. Neste momento, intencionalmente, vamos resgatar as feriadas para a luz da consciência. As feridas emocionais vão se abrir para nós. Precisamos apenas estar alertas, observar sem julgamentos, com foco.

    Se os preconceitos de nossa mente começarem a funcionar, o processo de culpa e de responsabilizar os outros por nossas ações nunca vai ser superado. Ao invés de curar as feridas ao tocarmos nela, sem tratarmos adequadamente, pode piorar.

    Quando tivermos oportunidades, em momentos de sentimentos intensos, devemos voltar ao passado. Desta maneira, nos tornarmos mais experientes em detectar feridas profundas que se ligam a essas emoções.

  • Quinto passo para limpeza espiritual: a recuperação

    Ao ficar em alerta para os seus sentimentos, sem fazer julgamentos, observando seremos capazes de reconhecer os padrões condicionais de nossa mente. Vamos encerrar o passado e abrir caminhos para rumos novos da aceitação, entendimento, mudanças de padrões.

    No momento em que, de forma consciente, retornarmos ao nosso passado e olharmos para as feridas emocionais com consciência, um processo de transformação vai trazer a força de cura. A ferida emocional pode não ter se curado antes porque permanecia desconhecida, sem uma atenção consciente. Então, a luz da consciência é o principal remédio para cura, sem que tenhamos que fazer outra coisa para a recuperação.

    A partir do momento que a consciência alerta atingir uma ferida emocional, será iniciado o processo de cura, e ela desaparecerá. Com o desaparecimento das feridas, o padrão de comportamento que tinha origem nelas, também vai desaparecer.

    Este será o princípio das mudanças reais em nossas vidas, pois não é necessária apenas a mudança de comportamento, mas também uma transformação para melhor qualidade de vida a partir da atenção consciente de que tudo pode ser resolvido internamente. A atenção vai nos ajudar a manter este estado psicológico saudável, eliminando a criação de feridas novas.

Este artigo foi livremente inspirado nesta publicação e adaptado ao Conteúdo WeMystic.

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.