.
Florais de Bach: o simples tratamento para uma mente sã - Parte 1

Florais de Bach: o simples tratamento para uma mente sã - Parte 1

receitas de aromaterapia

Dr. Edward Bach, pai dos florais que levam seu sobrenome, foi médico homeopata e patologista em saúde pública nascido em 24 de setembro de 1886, em Moseley, Inglaterra. Cresceu demonstrando um grande apreço pela natureza, com interesse especial em aliviar o sofrimento humano.

Em 1912, Bach se formou em medicina, dizendo “Irei precisar de cinco anos para esquecer o que aprendi” ao receber seu diploma. Na verdade, levou mais tempo. Após 18 anos de pesquisa tradicional, Bach quebrou todos seus vidros de laboratório e deixar Londres.
 

Edward Bach e o estudo dos florais


Cinco anos após o início de sua dedicação ao estudo de florais, Edward aperfeiçoou métodos inovadores de preparação de medicamentos a partir de plantas, como o método solar e o de fervura. Por fim, declarou completo seu sistema quando considerou ter encontrado todos os remédios necessários, em um total de 38 preparações com 293 milhões de combinações.

Ao final de sua pesquisa durante a busca dos últimos 19 remédios, Bach sofreu de maneira aguda os mesmos 19 estados mentais aos quais estava em busca da cura. Finalmente, em meados de 1930 deu por completa sua obra sobre os "Florais de Bach".

Dr. Bach concebeu o sistema floral com o objetivo de ser, acima de tudo, simples. Era de se esperar que seu processo de pesquisa também seguisse esse princípio. Para sua pesquisa, ele procurou desconstruir toda a metodologia tradicional, a começar por abandonar seu laboratório de pesquisa convencional, descontinuar a técnica de sucção homeopática, descartar o diagnostico pelos sintomas físicos e também o vínculo entre sua pesquisa e a astrologia.

Durante o processo de descoberta de cada floral, ele ia removendo de sua prática todas as teorias e ideias desnecessárias. Ao final, fez uma fogueira no pátio de Mount Vernon onde queimou muitas de suas anotações, com a intenção de que elas não sobrevivessem, garantindo assim, que não desviassem as pessoas da simplicidade alcançada em seu trabalho.

Dr. Edward Bach afirmava que, tudo o que precisava ser dito, havia sido dito nas 32 páginas do livro Os Doze Remédios Curadores.
 
Com dúvidas e questões sobre esse amor?

Fale agora com a nossa Esotérica.
Saiba qual é o seu Arcano Regente e encontre a orientação espiritual que procura.
Consulta online personalizada e confidencial.

 

Os florais de Bach


Quando nos sentimos bem, realizados e felizes, estamos em equilíbrio com tudo e conseguimos transmitir aos nosso familiares e amigos somente bons fluídos. Porém, com os acontecimentos da vida, às vezes precisamos de um pouco de ajuda para alcançarmos este equilíbrio e seguirmos em frente. É nesse momento que os Florais de Bach podem ajudá-lo.

Concentrado exclusivamente nas emoções e na cura espiritual ao invés do enfoque usual nos sistemas físicos, os Florais de Bach estão todos associados a alguma emoção humana básica e a seu tratamento pois, para se recuperar de uma doença, é preciso ter uma mente sã.
 

Os grupos emocionais e seus florais


Segundo Bach, existem sete grupos emocionais gerais, nos quais se baseou para classificar as 38 essências florais ou de plantas individuais. São eles: 
  • Medo;
  • Insegurança;
  • Falta de Interesse no Presente;
  • Solidão;
  • Hipersensibilidade a influências e ideias;
  • Desalento e desespero;
  • Preocupação excessiva com os outros.

Dentro destes grupos, são divididos os 38 remédios descobertos pelo Dr. Bach, cada um deles direcionado a um estado negativo da mente, representando e servindo para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico. Para selecionar os remédios que você necessita, pense que tipo de pessoa você é e de que forma se está sentindo.

A maioria dos remédios é vendido em concentrados líquidos e o conceito dessa terapia é que misturando os remédios apropriados, você possa encontrar uma fórmula que corresponda ao estado emocional do momento. As 38 essências descobertas e aplicadas são as seguintes:
Agrimony, Aspen, Beech, Centaury, Cerato, Cherry Plum, Chestnut Bud, Chicory, Clematis, Crab Apple, Elm, Gentian, Gorse, Heather, Holly, Honeysuckle, Hornbeam, Impatiens, Larch, Mimulus, Mustard, Oak, Olive, Pine, Red Chestnut, Rock Rose, Rock Water, Scleranthus, Star of Bethlehem, Sweet Chestnut, Vervain, Vine, Walnut, Water Violet, White Chestnut, Wild Oat, Wild Rose e Willow.
 

Rescue Remedy


O sistema original também inclui um remédio de emergência, denominado Rescue Remedy. É o floral do socorro em situações de sofrimento do corpo ou tormentos emocionais, mentais, resgate do equilíbrio da nossa energia, deslocada por algum trauma energético.  O Rescue Remedy impede a desintegração do sistema energético ou o faz voltar logo ao normal. É o floral mais usado, e devemos tê-lo sempre conosco para um socorro, quando necessário. O Rescue é portanto, o "floral para todas as situações" porém, não substitui os cuidados médicos.

Outras combinações previamente misturadas são oferecidas por alguns produtores de florais. Porém, elas tendem a ser ineficientes uma vez que representam misturas generalizadas que não são preparadas individualmente.

► Já viu o seu Horóscopo para hoje?

 

Nossos esotéricos podem ajudar você! Fale já com um!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!