.
7 características típicas dos filhos de Xangô

7 características típicas dos filhos de Xangô

Os filhos de Xangô herdam de seu Pai Orixá algumas de suas características mais marcantes. Sabe quais são as virtudes e defeitos dos filhos desse orixá? Confira abaixo e identifique-se!

As características que só os filhos de Xangô possuem

  • filhos de Iansã

    São justiceiros

    Como não poderiam deixar de ser, os filhos do Orixá da Justiça são também justiceiros. Quem é filho de Xangô não suporta injustiças, não aceitam cruzar os braços para aquilo que consideram errado, correm atrás do que é certo e não se dão por vencidos até conseguir. Comprar uma briga para fazer valer a sua justiça, se for necessário. São grandes exemplos para aqueles que se deixam abater por qualquer coisa. A fortaleza dos regidos por Xangô vem da crença que possuem em si mesmos, por isso são grandes vencedores na vida.

  • filhos de Iansã

    São namoradores

    Os filhos de Xangô adoram curtir a vida, sentir os prazeres que ela oferece, são verdadeiros hedonistas. Por isso, demoram a se prender a alguém, não se apaixonam fácil, estão sempre a namorar um e outro, aqui e ali. São considerados amantes incríveis e inesquecíveis, quem já se envolveu com um filho de Xangô sabe do que estamos falando! Como a fidelidade não é muito o seu forte, mesmo quando estão apaixonados e vivendo um relacionamento sério a vontade (e ousadia) de estar com mais de uma pessoa é uma verdadeira tentação.

  • filhos de Iansã

    São divertidos e carismáticos

    Os filhos de Xangô possuem um carisma próprio, único e original. Chamam a atenção onde quer que vá, com seu jeito extrovertido e atencioso. É sempre recebido com muito carinho pelas pessoas, pois costuma fazer todos rirem e se sentirem bem à sua presença. Esse seu jeito gera muito ciúme em parceiros dos filhos de Xangô, e eles não toleram cobranças e crises por causa de ciúme. Por isso, muitas vezes, preferem ficar só.

  • filhos de Iansã

    São difíceis no trabalho

    São pessoas difíceis de lidar no ambiente de trabalho. O seu jeito autoritário e sem meias-palavras faz com que muitas pessoas tomem birra dele. Não costumam aceitar a opinião alheia facilmente e falam tudo que vem à cabeça, doa a quem doer. Muitas vezes podem perder o emprego por não saber conter as palavras. Costumam se destacar em áreas como administração, contabilidade, direito ou comércio, de preferência que mexa com a vida noturna da cidade em que vive.

  • filhos de Iansã

    Tem nervos à flor da pele –  e isso afeta a saúde

    Por terem nervos de guerreiros, a tensão é algo comum nos filhos de Xangô. Não é raro encontrar um filho de Xangô com hipertensão, problemas cardíacos, problemas no sistema nervoso ou que sofra de nevralgias. Seu jeito justiceiro, autoritário, mandão e egocêntrico contribui para o aumento das tensões, pois acabam brigando com as pessoas com frequência por causa do seu temperamento e pavio curto. São pessoas bondosas e solidárias, mas é preciso ter cuidado para não aborrecê-los, pois sua ira é incontrolável. . Para viver uma vida mais saudável é preciso colocar para fora seus sentimentos mais humanos como medo, saudade, dor, carência, etc. Esses sentimentos não são sinais de fraqueza, Filhos de Xangô!

  • filhos de Iansã

    São comilões

    Os filhos de Xangô são também filhos da gula. Adoram uma boa comida, sair para comer ou cozinhar, tudo relacionado a uma “boquinha” ele fica interessado. Por causa dessa fama de “bom de garfo” costumam ter tendência à obesidade. Nem todos são gordos, mas o apreço pela comida é uma característica marcante. Normalmente tendem a ser baixos e com olhar muito expressivo.

  • 7

    Não comem quiabo nem camarão

    Sabia dessa? A quizila dos filhos de Xangô em especial é não comer quiabo e não comer camarão sem tirar a calda e os espetos da cabeça do camarão. Caso comam, podem ter sérios problemas gastrointestinais ou alérgicos.


Clique Aqui: Horóscopo dos orixás: conhecendo 2018


Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual