.
Eu estou na carreira certa? 8 perguntas poderosas para você refletir

Eu estou na carreira certa? 8 perguntas poderosas para você refletir

Ter um bom currículo, bons contatos, boa formação. Isso é o suficiente para ter sucesso na sua carreira profissional? Infelizmente se você não tiver motivação para fazer o que faz, não. Veja abaixo 8 perguntas que irão ser decisivas para você perceber se está ou não na carreira certa.

Encontre as respostas para os seus pedidos!

Aceite a ajuda do seu Anjo, viva melhor.

Quero a Ajuda Espiritual!

Carreira profissional – como saber se estou no caminho certo?

Essa é uma pergunta difícil de responder, mesmo depois de fazer diversos testes vocacionais. Ter vocação para algo não significa, exatamente, que nós seremos felizes naquela carreira. Envolve muitas questões: o retorno financeiro que a profissão nos traz, o valor que damos ao dinheiro, se temos satisfação ao trabalhar com isso, se temos aprovação dos nossos amigos/familiares/cônjuge para trabalhar nesta área, se a dedicação necessária àquela profissão nos agrada, se temos ou não condições de estudar para perseguir essa carreira, se temos sorte, se temos indicação e mais uma centenas se questões que podem envolver a escolha de uma carreira.

Somada a essas questões, vem um fator muito importante: nós, normalmente, decidimos qual será a nossa carreira jovens demais. Ao sair do ensino médio, com idade média entre 17 e 20 anos, temos de decidir o que iremos ser “para o resto da nossa vida”. Para alguns, nesta idade, pode-se ter bem claro em mente a sua vocação e profissão a seguir, mas para a grande maioria, essa é uma dúvida enorme. Muitos acabam sendo influenciados pela profissão dos pais, pelas carreiras mais estáveis ou rentáveis ou tentando diversos cursos de diferentes áreas, e cursando aquele em que foi aprovado. Complicado escolher uma carreira, o que você vai dedicar 40 horas semanais  por longos anos assim à sorte, não é?


Leia também: Salmos 2017 – Para o seu trabalho e carreira


Motivação – a chave para uma carreira de sucesso

É claro que todas as questões apresentadas acima são válida e importantes para se ter uma carreira de sucesso, mas se nós não tivermos motivação para trabalhar naquilo que estamos exercendo, dificilmente nos sentiremos realizados na nossa vida profissional. Gostar do que faz, ter vontade de trabalhar, de fazer sempre melhor, sentir orgulho do que faz, e se sentir valorizado pelo seu esforço e dedicação é algo que não tem preço. Muitas pessoas não concordam com essa premissa, acreditam que uma boa profissão é aquela que traz bastante dinheiro e ponto final.

Nós pensamos diferente: de nada adianta ganhar muito dinheiro se nós detestamos o que fazemos e/ou mal temos tempo de aproveitar o rendimento que essa profissão me oferece pois tenho de trabalhar demais. Por isso, gostar do que faz e ter motivação para ir trabalhar é algo decisivo para sua felicidade e satisfação no trabalho. Aquela máxima que diz: “Trabalhe no que você gosta e você não terá que trabalhar um só dia na sua vida” reflete isso, quando trabalhamos em algo que nos dá prazer, não sentimos a preguiça e o peso de trabalhar, trabalhar se torna um prazer, uma motivação para acordar todos os dias.


Leia também: Numerologia do trabalho – revela o talento e aptidão para sua carreira


8 questões poderosas para perceber se você está na carreira certa

Preparados? Responda essas perguntas com muita sinceridade e honestidade consigo mesmo, avaliando sempre com seriedade cada pergunta:

1– Nos últimos 12 meses, qual foi a coisa que eu fiz na minha vida profissional que eu mais me orgulho?

2– A profissão/cargo/posição em que estou atuando me proporciona felicidade? Faz bem para a minha autoestima dizer aos outros o que faço na minha vida profissional?

3– Quais são as minhas metas profissionais para este ano? Você tem metas de crescimento definidas?

4– Caso o dinheiro não fosse algo importante e necessário, qual função profissional eu faria de graça?

5– Eu estou disposto a correr riscos para colocar em prática a minha satisfação na vida profissional?

6 – O que me traria felicidade e realização profissional?

7– O que eu trabalharia por horas seguidas sem perceber a passagem do tempo?

8– Qual profissão/atividade me traria empolgação e motivação para levantar e ir trabalhar com prazer?

 

E então? Foi difícil responder à essas perguntas?

Caso as suas respostas não estejam alinhadas com sua realidade profissional, não se espante, poucas são as pessoas que realmente respondem a essas perguntas e sentem que estão fazendo exatamente aquilo que gostam e se sentem recompensadas. Mas esse exercício é importante para nós não nos acomodarmos, fazer sempre aquilo que já estamos fazendo por comodismo, segurança, falta de motivação para buscar aquilo que realmente gostamos.

É o pontapé inicial para percebermos que nós podemos querer uma mudança profissional para a nossa vida, trabalhar em algo que lhe traga mais prazer e motivação, que o trabalho não precisa ser um fardo, que nós temos de trabalhar para viver e não viver para trabalhar. Perceba quais foram os pontos dessas perguntas que mais te incomodaram, anote-os e comece a definir pequenas estratégias para mudá-los, até se sentir pronto e seguro para mudar para algo que lhe traga a tão sonhada motivação para o trabalho.


Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Jornalista, mestre em Ciências da Comunicação e escolheu esse destino por amar ler e escrever desde criança. Vive conectada à internet, não perde uma novidade do cinema, da música e da literatura e busca constantemente a evolução pessoal e espiritual

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: