.
Cristais tóxicos: lista de A a J

Cristais tóxicos: lista de A a J

Praticamente todo e qualquer produto que utilizamos no dia-a-dia possui algum componente prejudicial à saúde – alguns deles, inclusive, são essenciais para o bom funcionamento dos mesmos. Com os cristais não é diferente, já que muitos destes minerais funcionam como matérias primas ou são derivados delas.

O conservante dos alimentos, o sulfato dos shampoos, o alumínio dos antitranspirantes, e uma infinidade de outros elementos batem à nossa porta diariamente, e muitos deles também estão presentes nos cristais, que manuseamos livremente, ou até mesmo ingerimos em forma de elixir.

Cristais tóxicos: lista de A a J

Chumbo, alumínio, arsênio e cobre são algumas das composições de uma enorme quantidade de gemas, que devem ser administradas com cuidado, sempre tomando as devidas precauções sobre o manuseio.

É importante dizer que, a seguir, listaremos os cristais tóxicos e também aqueles que podem representar algum risco, se administrados como um elixir durante longos períodos. Isso acontece principalmente com os cristais que contém alumínio.


Clique Aqui: Cristais tóxicos: lista de L a Z


A

Actinolita

A forma fibrosa da Actinolita contém traços de uma espécie de amianto, portanto, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Adamita

A Adamita possui em sua estrutura traços de arseniato de zinco, além de vestígios de cobre. Ambos podem ser tóxicos, não recomendado seu uso para produção de elixires e deve ser manuseada com cuidado extra.

Ajoita

A Ajoita contém traços de alumínio e cobre. Sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Alexandrita

Pedra de grande valor, a Alexandrita contém traços de alumínio, não sendo recomendado seu uso para produção de elixires.

Amazonita

A Amazonita contém traços de cobre, que é toxico. Portanto, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Ambligonita

A Ambligonita contém traços de alumínio, sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Andaluzita

A Andaluzita contém traços de alumínio, sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Atacamita

A Atacamita é composta por hidróxido de cloro e cobre, sendo o último tóxico. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Auricalcita

A Auricalcite contém traços de cobre e zinco, ambos tóxicos, sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Auripigmento

O mineral Auripigmento é mais uma das gemas que vem a elevar nível de alerta desta lista, já que possui grandes níveis de arsênico, uma substância extremamente tóxica. Ela não deve ser manipulada sem os devidos cuidados, que deve acontecer preferencialmente com luvas. Recomenda-se ainda que lave muito bem as mãos após qualquer contato com essa gema. Jamais leve as mãos aos olhos ou boca após contato com o mineral – e em hipótese alguma deixe ela ao alcance de crianças.

Aventurina

A Andaluscita contém traços de alumínio, não sendo recomendado seu uso para produção de elixires.

Axinita

A Axinita também contém traços de alumínio, além de ferro, sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Azurita

A Azurite contém traços de cobre, o que a torna não recomendada para produção de elixires.


Clique Aqui: Cristais contra a menopausa: pedras que podem reduzir sintomas


B

Bastnasita

A Bastnasita contem em sua composição uma série de elementos de característica tóxica e que podem sim reagir quando em contato com a água. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Grupo do Berilo (Água-marinha, Goshenita, Esmeralda, Morganita)

O Grupo do Berilo abrange mais de uma composição mineral, e todas elas contêm traços de alumínio, além de serem variedades do Berilo. Sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Brasilianita

A Brasilianita consiste num fosfato básico de sódio e alumínio, não sendo recomendado o seu uso para produção de elixires. Mas atenção, isso se aplica mais a sua forma bruta.

Brochantita

A Brochantita possui em sua composição o hidrosulfato de cobre, algo muito comum, mas que lhe confere certo grau de toxidade, por esse motivo não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Pedra Boji (Pedras Kansas, Boji Stone ou Pop Rocks)

Quando falamos nas Boji Stones, estamos falando em uma composição mineral rica em enxofre, pirita e/ou Marcassita. Graças a isso, além da toxidade dos materiais, essa gema também apresenta o risco de incêndio e deve ser manuseada com muito cuidado.


C

Calcopirita (minério pavão)

A Calcopirita contém tanto cobre como enxofre, ambos tóxicos. Sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Cianita

A Cianita contém alumínio em sua composição. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Cinábrio

O Cinábrio possui um componente muito conhecido por sua toxidade: o mercúrio. Além de ser descartada toda forma de uso como elixir, o manuseio deve ser feito com muito cuidado, preferencialmente usando luvas ou lavando muito bem as mãos após o uso. Nunca levar as mãos aos olhos e a boca após manipular Cinábrio.

Crisoberilo (Olho de Gato)

Crisoberilo também contém alumínio em sua composição, não sendo recomendado seu uso para produção de elixires.

Crisocola

A Crisocola contém uma espécie de cobre que, mesmo seguro para a manipulação, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Conicalcita

A Conicalcita consiste em um arsenato de cálcio e cobre, sendo o último não recomendado para a produção de elixires.

Cobre

Como o próprio nome diz, é formado majoritariamente por cobre, e não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Crocoíta

A Crocoíta consiste nada menos na formação a partir de óxido de chumbo e cromo, ambos com características extremamente tóxicas e nocivas ao ser humano. Não só a produção de elixir é totalmente vetada para essa gema, como não se deve manusear sem cuidados especiais. Jamais levar as mãos para os olhos ou a boca após tocar na gema.

Cuprita

A Cuprita contém cobre tóxico e, da mesma forma, é totalmente vetada a produção de elixir para essa gema. Também não se deve manusear sem cuidados especiais e jamais levar as mãos para os olhos ou a boca após tocar na gema.


Clique Aqui: Conheça as celebridades que fazem uso do poder dos cristais


D

Dioptásio

A Dioptásio também contém cobre com alto grau de toxidade. Desse modo, mais uma vez é totalmente vetada a produção de elixir para essa gema. Também não se deve manusear sem cuidados especiais e jamais levar as mãos para os olhos ou a boca após tocar na gema.

Dumortierita

A Dumortierita contém alumínio em sua composição, não é recomendado seu uso para produção de elixires.


E

Enxofre

Como o próprio nome já denuncia, é rica no elemento enxofre e, portanto, está fora de cogitação utiliza-la na produção de elixires, visto que este é um elemento tóxico se ingerido.

Esmeralda

A Esmeralda também contém traços de alumínio, sendo assim, não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Epídoto

A Epídoto é outra que contém traços de alumínio, não sendo recomendado seu uso para produção de elixires. Já devem estar notando que há um verdadeiro exército de minerais que contêm quantidades mais significativas de alumínio em sua composição.

Escapolita

A Escapolita contém alumínio em sua composição e não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Espinela

A Espinela contém alumínio em sua composição e não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Espodumênio

O Espodumênio é a principal fonte do metal lítio e tem como uma de suas variações a Kunzita. No entanto sua composição também contém silicato de alumínio e não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Estaurolita

A Estaurilita além do nosso já conhecido alumínio, também possui certa quantidade de ferro em sua composição, de modo que não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Estibina

A Estibina contém níveis perigosos de chumbo e antimônio, que a impedem de ser utilizada para produção de elixires. Seu manuseio pode ser feito com certa tranquilidade, desde que se tenha alguns cuidados como sempre lavar as mãos após o contato e nunca levar as mãos aos olhos ou boca imediatamente após o contato.

Estilbita

Voltando ao nosso grande conhecido, a Estilbita contém silicato hidratado de alumínio em sua composição, assim não é recomendado seu uso para produção de elixires.


Clique Aqui: 7 dicas do Feng Shui para melhorar a harmonia com Cristais


F

Família de Feldspato (Labradorita, Pedra da Lua, Ortoclase, etc)

O grupo de Feldspato engloba uma série de gemas, como a Labradorita. Todas elas têm a restrição padrão para a produção de elixires por possuírem traços de alumínio em sua composição.


G

Galena

A Galena eleva um pouco mais os perigos escondidos em certas gemas, já que ela contém quantidades bem elevadas de chumbo, uma substância muito tóxica para o ser humano. É possível manuseá-la com certa tranquilidade, mas não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Granada (Spessartina, Uvarovita, Rhodolita, Hessonita)

As granadas e suas varrições contêm alumínio em sua composição. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Gema Sílica

Esta é rica em cobre tóxico, portanto é possível manuseá-la com certa tranquilidade, mas não é recomendado seu uso para produção de elixires.


H

Halita (Sal)

A impossibilidade de se usar a Halita para produção de elixires é bem óbvia, já que ela consiste em sal de rocha e se dissolve na água.

Hematita

A Hematita é limitada para produção de elixires, pois enferruja e libera certas substâncias indesejadas quando exposta por longos períodos a água.

Hiddenita

A Hiddenita contém alumínio em sua composição. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.


I

Idocrásio (vesuvianita)

O Idocrásio contém alumínio em sua composição. Não é recomendado seu uso para produção de elixires.

Iolita

A Iolita contém baixas concentrações de alumínio em sua composição. Não é recomendado seu uso contínuo para produção de elixires.


Clique Aqui: Descubra como utilizar os cristais para fins de cura


J

Jadeída

Raro e valioso tipo de Jade, a Jadeíta contém tanto alumínio como ferro em sua composição, não é recomendado seu uso para produção de elixires

Jaspe Dálmata

A Jaspe Dálmata contém alumínio em sua composição, não sendo recomendado seu uso para produção de elixires.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar