.
Contratos espirituais: oração para quebra de amarras e acordos

Contratos espirituais: oração para quebra de amarras e acordos

A vida nos apresenta dificuldades e barreiras para as quais, muitas vezes, não conseguimos encontrar as razões. Nos esforçamos, fazemos o que é preciso para alcançar objetivos, mantemos a positividade e, apesar disso, parece que as coisas não fluem como esperado.

Situações repetitivas, relacionamentos dos quais não conseguimos nos afastar, problemas financeiros, transtornos psicológicos, desequilíbrios afetivos… Todos esses aspectos podem ter relação com acordos espirituais, firmados por nós ou por terceiros, nessa ou em outras vidas. Mas que acordos são esses? Se não lembramos de ter negociado nada, como podemos sofrer esses efeitos?

“Ele possui as chaves do incognoscível, coisa que ninguém, além d’Ele, possui; Ele sabe o que há na terra e no mar; e não cai uma folha (da árvore) sem que Ele disso tenha ciência; não há um só grão, no seio da terra, ou nada verde, ou seco, que não esteja registrado no livro lúcido”
Alcorão: 6ª Surata versículo 59

Vamos explicar e ensinar a anular todos os acordos espirituais que possam estar atrasando sua vida.

Negociação – abra sua percepção mas sem buscar recompensas

É muito comum acharmos que é possível negociar com a espiritualidade. Tentamos a todo tempo estabelecer moedas de troca e atingir o que desejamos na base da negociação e da troca. Por exemplo “se eu conseguir esse emprego, faço tal coisa”; “eu paro de fumar se conseguir conquistar isso”; “se eu ganhar essa quantia em dinheiro, mudo tal hábito”.

“Deus não joga dados”
Albert Einstein

Porém, as coisas não funcionam assim. Devemos realizar tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar, abrir nossa percepção e evoluir, sem buscar recompensas. Cada vez que pensamos desse modo, firmamos uma espécie de acordo com os espíritos de baixa densidade que nos rodeiam, pois eles se aproveitam das nossas fraquezas e ignorância espiritual para impedir não só o nosso crescimento, mas o desenvolvimento da humanidade. Existem forças negativas interessadas na estagnação da evolução da Terra, que se beneficiam desse sistema escravagista que teimamos em alimentar.

Para quebrar esses ciclos, basta alterarmos nosso modelo mental que tende às negociações constantes, e buscar o nosso bem sem esperar nada em troca.


Clique Aqui: Como cultivar a Espiritualidade nas grandes cidades


Promessas – não interfira no curso das coisas, a não ser que esteja disposto a pagar um preço

No mesmo sentido das negociações, as promessas são ainda piores e travam a vida. Especialmente no universo católico elas são muito comuns, porém, têm efeitos terríveis e que podem, inclusive, passar de geração em geração.

“As promessas só comprometem aqueles que as recebem”
Charles de Gaulle

É preciso entender que a vida tem seu curso, que nada é por acaso e que aquilo que chamamos de “vontade de Deus” deve ser respeitada. Tentar impedir que certas coisas aconteçam ou conquistar determinados objetivos na base da promessa não é saudável. O karma negativo que geramos quando nos comprometemos com algo em troca de um desejo é captado pelas energias do mal. Muitas vezes o desejo pode até ser realizado, mas as consequências dele serão sentidas e seu preço não tardará. Sabe aquela história do “consegui o que eu queria, mas não estou feliz”? Esse é um ótimo exemplo. Nosso livre arbítrio permite que sejam realizadas promessas, mesmo que, devido a nossa própria ignorância, não façamos ideia que estamos negociando com espíritos trevosos.

Mesmo quando prometemos para santos e entidades, estamos interferindo no curso natural da vida e nessa vontade divina que desejamos respeitar, mas que quando ela vai contra nossos desejos, temos a tendência a contrariá-las ou questioná-las. E não há como sabermos quem está nos ouvindo e atendendo nossos pedidos, nem muito menos quais os desígnios divinos e o que é melhor para nós e para quem amamos.

E o problema das promessas não se restringe apenas a nós, no sentido de que mesmo que elas não sejam feitas por nós, elas nos influenciam. Quem não tem um familiar que, mesmo sem que saibamos, faz promessas em nosso nome? Em situações de doença, por exemplo, as promessas são muito comuns. E é natural que uma mãe esteja disposta a pagar qualquer preço para salvar a vida de seu filho. Fazem com o coração em desespero, aflito, com a melhor das intenções, sem se darem conta de que estão interferindo na vontade divina, já que, se for mesmo da vontade divina, a cura vai chegar sem que promessas sejam necessárias. Podemos recorrer sim aos santos e anjos, pedindo por sua clemência e interferência, mas sem prometer nada em troca.

“Nada acontece por acaso. Não existe a sorte. Há um significado por detrás de cada pequeno ato. Talvez não possa ser visto com clareza imediatamente, mas sê-lo-á antes que
se passe muito tempo”
Richard Bach

Por isso, por mais tentador que seja fazer promessas, não caia nessa cilada. Entenda que a vida não está ao alcance do controle que podemos exercer enquanto encarnados, e que existe uma vontade superior. Não devemos interferir no curso das coisas, a não ser que estejamos dispostos a pagar um preço. O melhor que podemos fazer é pedir força para Deus e ao universo da luz, pedindo de coração que o melhor para todos aconteça, sem manifestar a nossa vontade e nem muito menos firmar nenhum tipo de acordo espiritual que satisfaça a nosso desejo. Se Deus sabe o que é melhor para nós, nada que interfira nesse curso pode ser bom.


Religião – busque o melhor que cada religião nos tem a oferecer

Quando programamos a nossa encarnação, escolhemos até mesmo o país aonde vamos encarnar. Isso significa que estaremos sujeitos aquela cultura e também a religião dominante. É fácil perceber que nascer no Afeganistão tem implicações de vida totalmente diferentes daquelas impostas à quem nasce no Brasil, certo?

Pois bem. A religião faz parte deste programa e aceitamos viver sob as condições que ela impõe. Portanto, quando somos batizados ao nascer, por exemplo, estamos firmando um contrato espiritual com aquela energia, mesmo que não tenhamos ferramentas nem idade suficiente para nos opor ou entender que aquilo tem implicações espirituais fortes. E quase todas as religiões têm uma egrégora densa, devido ao passado de erros e a dominação que exercem em relação às pessoas.

Há também os casos daqueles que crescem, abandonam a religião familiar e procuram outra. Se batizam ou se convertem a outra fé, acumulando ainda mais contratos espirituais no currículo de vida. Fazem por vontade própria, já adultos, o que implica em enlaces energéticos ainda mais fortes. Claro que nosso coração vai atrás desses sistemas com a melhor das intenções e isso é levado em consideração. Entretanto, mais do que a religião que professamos, o que realmente conta são as nossas atitudes, nosso coração e a evolução que conseguimos alcançar na encarnação, até porque, como vimos, nem sempre temos controle e consciência sobre as implicações que os acordos espirituais têm em nossa vida.

É importante que tenhamos conhecimento de que a religião que escolhemos ocasiona um contrato, uma ligação energética com a vibração que essa religião emana e que essa vibração vai influenciar a nossa vida. O ideal é que busquemos o melhor do que cada religião tem a nos oferecer, para termos a expansão da consciência e o desenvolvimento espiritual que buscamos, sem que seja necessário o comprometimento energético através de rituais e cerimônias.


Clique Aqui: Pessoas que têm uma religião vivem mais, segundo estudo


A libertação é possível: como quebrar esses contratos?

É possível quebrar as correntes e anular contratos espirituais ou acordos de alma, mesmo que nos seja subtraída a possibilidade de identificar quais são. A libertação é possível!

A oração para quebra de contratos espirituais vai anular todos os comprometimentos feitos por você ou por terceiros, que estejam acorrentando sua alma e impedindo o progresso. Ela pode ser feita sempre que você sentir necessidade, porém, é importante que inicialmente você ore durante uma semana para criar uma ponte energética com a luz potencializar as forças dessa poderosa oração em sua vida.

“Eu, (seu nome), assim denominado nesta encarnação, no pleno exercício de meu livre-arbítrio, em nome do Pai Criador, do Cristo Cósmico, de Sanata Kumara, do Mestre Saint Germain e de todos os Grandes Mestres da Luz, do Comando Asthar Sheran e de todas as famílias estelares da Luz, em nome de todos os Orixás, Xamãs, Anjos, Elementais e de todas as Forças da Luz, neste momento e por este meio REVOGO e RENUNCIO, com toda certeza de meus atos, a todos e a cada um dos compromissos de fidelidade, votos, acordos, pactos, alianças e contratos de associação, de sociedade espiritual e de alma, feitos nesta vida, vidas passadas e vidas simultâneas, nesta dimensão, dimensões paralelas ou qualquer outra dimensão de espaço ou de tempo, com qualquer pessoa, entidade, energia, força, legião ou facção que não seja da luz.

Eu agora ORDENO a todas as pessoas, entidades e seres das trevas, encarnados ou não e que estejam ligados à estes contratos, que cessem, desistam e que abandonem meu campo de energia agora e para sempre e em forma retroativa, levando e retirando de meu ambiente, de meu corpo físico, de todos os meus corpos etéricos e campos de energia, toda e qualquer energia negativa, entidade negativa, obsessor ou ser trevoso, encarnado ou não, assim como todas as suas armas, todos os seus artefatos, instrumentos ou dispositivos de conexão, controle ou limitação, magias, feitiços, bloqueios, acorrentamentos, amarrações e encantamentos, egrégoras, símbolos, chips, implantes, larvas, formas pensamentos, forças e energias semeadas por estas entidades e seus associados, com objetivos de controle, domínio, manipulação ou limitação sobre mim, porque NÃO AUTORIZO a sua presença, nem sua forma de agir sobre mim. Com amor envio a luz azul, rosa e dourada, e ORDENO QUE SAIAM IMEDIATAMENTE.

REVOGO e RENUNCIO todos os contratos, pactos, acordos, alianças, votos ou compromissos que tive desde a minha primeira encarnação na matéria, neste ou em outros planos, mundos ou realidades, pedindo perdão e a todos perdoando, por tudo o que tem que ser perdoado, consciente ou inconscientemente, e exigindo que todos estes atos aos quais aqui renuncio sejam consumidos e transmutados na Chama Violeta. Para assegurar isto, eu agora apelo aos meus mentores de Luz que sejam testemunhas da dissolução de todos estes contratos, alianças, sociedades, associações, dispositivos e energias semeadas, que não honram e respeitam a vontade do Deus da Luz e do Amor.

Peço que todas as Forças da Luz testemunhem e advoguem por mim, para a minha total e completa libertação de todos estes contratos, dispositivos e energias semeadas, tanto conhecidas como desconhecidas, que infringem a lei do amor e a vontade de Deus.

Havendo declarado tudo isto, eu agora autorizo meus mentores, ao Cristo Cósmico e a meu próprio Eu Superior a fazerem as mudanças necessárias em minha vida para acomodar esta nova dedicação. Eu agora declaro isto a Deus, adiante e retroativamente. Que seja escrito no Livro da Vida. Que assim seja. Graças a Deus. Está feito, está selado está terminado e está nas mãos da Luz. E assim é. Gratidão e amor”.


Saiba mais :

Guta Monteiro Guta Monteiro

Apaixonada por filosofia e literatura, é formada em publicidade e estuda espiritualidade desde criança. Buscadora incansável dos mistérios da vida, adora compartilhar ideias sobre Deus e as forças que movem o universo, para ajudar no seu próprio despertar e no encontro com poder divino que existe em nós. Usa a espiritualidade para crescer e ajudar a crescer aos demais e sonha com um mundo feito de igualdade, fraternidade, liberdade e amor.