.
Conheça a definição/significado de superstição e sua origem

Conheça a definição/significado de superstição e sua origem

Você provavelmente já ouviu falar em superstição, crenças, e talvez até conheça algumas. Mas alguma vez já se perguntou o significado de superstição? Já se perguntou como se define algo como tal?

O que é e de onde vêm as superstições?


Superstições são crenças populares que não têm base científica. Elas são criadas pelo povo e repassadas pelas gerações.

Quando não conhecem a causa e o efeito de um fenômeno, é comum que as pessoas atribuam explicações sem sentido racional para os fatos. Estas explicações, que não têm relação com as explicações científicas são o que chamamos de superstição.

As superstições mais comuns no Brasil


O Brasil é um país bastante supersticioso e não é difícil ouvir alguém falando alguma crença popular por aí.

Quantas vezes você já ouviu falar que encontrar um trevo de quatro folhas é sinal de sorte e que deve guardá-lo como amuleto? Já se quebrou um espelho, é melhor ter cuidado. Estima-se sete anos de azar para quem o fizer.

Há quem diga também que deixar um sapato ou chinelo de cabeça para baixo provoca a morte da mãe. Melhor não arriscar!

Veja também:


E a superstição do pé de coelho? Há quem diga que ter uma peça trás sorte. No entanto, a prática já levou milhares de animais ao sofrimento da mutilação, sendo esta uma superstição que vem sendo deixada de lado.

O mesmo vale para os pobres gatos pretos. Há quem diga que cruzar a rua com um dá azar. Aliás, a superstição em relação aos gatos pretos é tão comum que em sexta-feira 13 e datas próximas não se doa estes animais nos abrigos do país.

E por falar em sexta-feira 13, dizer que elas dão azar é mais uma das famosas superstições. Há quem acredite que nesta data precisa ter mais cuidado, pois estaria o dia relacionado ao azar.

Para dinheiro também há superstição. A mão coçou? Se for a palma da mão esquerda, segundo a crendice popular, pode esperar. Há dinheiro a caminho. Já se for a direita, mau sinal. Segundo a crença, você irá perder dinheiro. Mas se for a sola do pé, uma viagem ao exterior poderá surgir.

Agora a dica é, se você é supersticioso e fez algo que pode trazer efeitos negativos, bata na madeira três vezes, pois isso evita eventos ruins!

Mas de onde surgiram estas superstições?


Para algumas superstições populares há uma “explicação”. O costume de bater na madeira, por exemplo, existe desde povos antigos, como índios do continente americano. Eles acreditavam que as árvores eram a moradora dos deuses e sempre que algo os afligia, batiam na madeira delas para pedir perdão.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!