.
Como obter ajuda do seu anjo da guarda

Como obter ajuda do seu anjo da guarda

Cada um de nós tem um anjo da guarda que nos guia desde o momento em que nascemos, e ele pode nos ajudar nos momentos que mais precisamos. Mas como obter ajuda do nosso anjo da guarda? É preciso paciência, perseverança e compreensão que o tempo de Deus e dos homens é muito diferente. Ao aprender como fazer pedidos ao nosso anjo, podemos lidar com maior consciência com os resultados dos nossos pedidos, tudo a seu tempo.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

O que é importante saber ao pedir ajuda ao seu anjo da guarda


1- Evitar a pressa e urgência

Quando temos um pedido urgente, costumamos pedir ajuda de forma desesperada ao nosso anjo da guarda e querer que ele nos ajude rápido. Como já dissemos logo acima: o tempo do divino é diferente do nosso, e Deus sabe qual é o melhor momento para que as coisas aconteçam para nós. A energia da aflição, da pressa e da precipitação é confusa, obscura e dificulta o trabalho do nosso anjo. Lembre-se tanto de ter calma em seus pedidos, clareza e compreensão de que tudo ocorre no devido tempo.

2- Utilize sempre o tempo presente em seus pedidos

Precisamos ter consciência de que a noção dimensão temporal é algo que existe somente para nós habitantes do mundo visível. Para os anjos não existe nem passado nem futuro, só existe o agora. Portanto, devemos tentar utilizar em nossos pedidos sempre o tempo presente para facilitar a captação da mensagem pelo nosso anjo.

Leia Também: Oração poderosa para o anjo da guarda da pessoa amada

3- Expressar o pedido de maneira positiva

Como sabemos, as palavras têm poder e se, ao fazer um pedido ao anjo, utilizarmos palavras negativas, estaremos carregando o pedido de energia negativa. Ao utilizarmos palavras como perder, derrotar, morrer, fraquejar, etc já estamos imaginando, inconscientemente a derrota, o que pode gerar confusão no plano divino que de que nós queremos que aquilo aconteça e não o contrário. Utilize palavras positivas, como: “Quero que minha tenha saúde/se cure” ao invés de dizer “não deixe minha mãe morrer”. Diga: “quero que meu casamento seja próspero, amoroso e tenha fidelidade” ao invés de dizer: “não deixe meu marido/esposa me trair”. Diga “que eu manter o meu emprego” e não: “ que eu não perca o meu emprego”, etc.

4- Fazer pedidos muito claros e objetivos, evitando incongruências

Seu anjo não tem que tentar decifrar o que você quer de verdade, portanto, você precisa ter certeza do que quer e clareza de pensamento na hora de fazer o seu pedido. Não adianta também tentar enganar o seu anjo, como por exemplo: pedir proteção antes de fazer algo errado, pedir que seu companheiro seja fiel sendo que você não é, pedir que as pessoas sejam honestas com você quando você é falso com elas. Coloque a mão na consciência, verifique a clareza e congruência do seu pedido – lembre-se que Deus vê tudo, não se esconde nada dele.

Leia Também: Como se conectar ao seu anjo da guarda

5- Assuma as conseqüências do seu pedido

Antes de pedir ao nosso anjo da guarda um pedido, devemos pensar em todas as conseqüências que ele pode trazer para nós e para outras pessoas. Uma vez feito o pedido, ele será, cedo ou tarde, atendido. Portanto, é preciso ter muita cautela para não ferir ninguém ou a si mesmo, mesmo que inconscientemente, com um pedido impensado a seu anjo da guarda.

6- Não se esqueça de agradecer

Quando fazemos um pedido ao nosso anjo da guarda e ele se realiza, é preciso agradecer. A gratidão é o sentimento que fecha o ciclo do pedido, quando esquecemos o agradecimento deixamos o ciclo aberto e a energia pode se afastar, gerando efeitos indesejados. Sem o seu agradecimento, o seu anjo não sabe que o seu pedido foi atendido e continua trabalhando nele, podendo alterar o resultado atendido e não abrir possibilidades para novos pedidos que você queira fazer.


Descubra a sua orientação espiritual! Encontre-se!

Gostou? Compartilhe!