.
As inúmeras facetas da Malva Branca na Ayurveda

As inúmeras facetas da Malva Branca na Ayurveda

Conhecida e originária na Índia sob o nome de Bala, a Malva Branca (Sida Cordifolia) é uma popular planta ayurvédica também encontrada em toda a extensão do território brasileiro. A poderosa erva com folhas em formato de coração, além de todo o peso histórico que a cerca, pode ser fundamental para lhe conceder a cura para uma infinidade de males da vida moderna.

Malva Branca e suas mil e uma utilidades


Bala, como é conhecida a Malva Branca, tem seu nome em sânscrito traduzido como força, vigor e vitalidade, sendo estas apenas algumas poucas qualidades que a erva pode transmitir aos pacientes que a utilizam através da Ayurveda.

Entre seus benefícios externos, o óleo medicado extraído da Malva Branca tem o poder de tratar as desordens provenientes de um dosha Vata desequilibrado, como em dores diversas, reumatismos e edemas. Em indicação interna a erva pode ser usada em uma decocção com leite para tratar de distúrbios observados no sistema nervoso (em Vata) e também como rejuvenescedor, nutridor e estimulante para o coração do paciente.

Leia Também: 4 alimentos essenciais para favorecer sua beleza e vitalidade

Agora que já está familiarizado com os inúmeros benefícios que a Malva Branca pode te proporcionar, suas indicações resumem-se também para tratar as seguintes condições: sensação de fadiga, fraqueza muscular, distúrbios do sistema nervosos, disfunção erétil, neuralgias, dormências, dores ciáticas, sangramentos do tipo Pitta, inflamações, questões neurológicas e também respiratórias.

No caso de reumatismos ou dores musculares, a aplicação da Malva Branca pode ser administrada através de óleo medicado. Relativo aos doshas, a erva beneficia todos eles, mas pode causar um pequeno desequilíbrio em Kapha quando administrada em excesso. De modo geral, força, vitalidade, jovialidade e disposição resumem os benefícios do seu uso; seja em massagem ou consumida após decocção em água ou leite.

Leia Também: 6 banhos de energia para recuperar sua vitalidade

Sua utilização fica restrita para gestantes, indivíduos com histórico de hipertensão arterial, obesidade, dosha Kapha em demasia e excesso e toxinas digestivas no corpo (Ama). Com exceção dessas observações, a Malva Branca é uma planta medicinal segura e sua utilização segue à risca todas as recomendações da Ayurveda para uma vida harmoniosa: “Na região que nós vivemos é onde encontramos os alimentos, ervas e medicamentos naturais para tratar nossos desequilíbrios”.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!