.
Aromaterapia: aprenda a extrair óleos essenciais

Aromaterapia: aprenda a extrair óleos essenciais

receitas de aromaterapia

Quer aprender a extrair óleos essenciais para Aromaterapia?


Você sabia que na aromaterapia são utilizados óleos essenciais? E que estes óleos podem ser facilmente extraídos em casa? Os óleos estão presentes em flores, frutos, folhas e demais partes das plantas e podem ser extraídos por qualquer pessoa, desde que com o conhecimento adequado.

Com esses óleos, você pode praticar diversos rituais da aromaterapia, buscando mais qualidade de vida e tranquilidade, curando males e problemas de saúde com terapias holísticas.

A aromaterapia tem uma série de benefícios para a saúde, basta conhecer um pouco das plantas disponíveis e acessíveis e como podemos utilizar seus óleos essenciais em prol do nosso bem-estar.

Recomendado para você:
►Aromaterapia - A técnica de cura através dos Aromas
► Aromaterapia - Guia Completo de Óleos Essenciais


Existem muitos processos de extração, mas muitas vezes depende da planta que se quer extrair ou das ferramentas que temos em casa. O fato é que muitos dos processos são demorados e podem até levar dias, portanto, se pretende fazer uso de aromaterapia, prepare-se com antecedência.

Dica importante: Nunca utilize ervas secas, é importante sempre buscar plantas e ervas frescas, recém colhidas. Pode-se destacar 3 processos mais populares da extração de óleos para aromaterapia: a maceração, o enfleurage e o arraste à vapor.

 

Maceração - Como extrair a matéria-prima?


A maceração exige um pilão. Evite utilizar os de madeira, pois esses absorvem odores e bactérias, alterando a composição dos óleos essenciais que produzirá no futuro. O pilão de pedra é o ideal, por motivos tanto de higiene, como pela energia produzida pelos objetos de pedra.

 

Processo de Maceração em Aromaterapia


  1. Para poder usar o óleo na aromaterapia, a colheita deve ser feita com carinho, afinal está lidando com energias da terra, portanto deve fazer isso com calma e sempre agradecendo. Lembre-se de higienizar as ervas, com cuidado. Para tal, deixe-as de molho em água por 24h.
  2. Depois despeje cuidadosamente todo o produto proveniente do descanso das ervas, incluindo a água, no pilão e acrescente uma colher de óleo vegetal para cada xícara que você utilizar.
  3. Tem de ser um óleo vegetal neutro, sem odores. O melhor é o de girassol. Após a junção dos ingredientes, comece a maceração, devagar para não derramar o conteúdo. Nunca bata com o pilão nas ervas. Faça isso até conseguir uma mistura homogênea, o que pode levar horas.
  4. Quando finalizar a maceração, vem a decantação, que deve ser feita em um recipiente de vidro com tampa. Acrescente a mesma medida do produto final de água. Isso deve repousar por pelo menos 5 dias ao abrigo da luz.
  5. Ao final, retire o óleo essencial para sua aromaterapia com ajuda de um conta-gotas e guarde-o em um outro recipiente.

Precisando de uma Orientação Espiritual? Encontre-se aqui!

 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!