.
Alfazema e lavanda – é a mesma coisa?

Alfazema e lavanda – é a mesma coisa?

Você já deve ter ouvido falar em lavanda e alfazema, certo? Elas são plantas semelhantes e com usos parecidos, por isso muitas vezes são tratadas como sinônimo. Elas pertencem ao mesmo gênero de planta, mas de espécies e subespécies diferentes. Entenda a diferença entre lavanda e alfazema abaixo, e saiba mais sobre elas.

encontre resposta para os seus pedidos

Quero a ajuda do meu Anjo!

Alfazema e lavanda – semelhanças e diferenças


A alfazema (Lavandula latifólia) é uma das várias espécies de lavandas que existem, com um cheirinho de cânfora um pouco mais forte,  que a difere das demais lavandas.  As lavandas em geral são plantas mediterrâneas com flores espigadas nas cores azuis, roxo e violeta.

Essa planta está ligada à limpeza pois o seu nome, Lavanda, vem do latim lavandus, que significa lavar, sendo utilizada na Roma Antiga para lavar roupas, para tomar banho e perfumar ambientes.  A lavanda e alfazema também são muito utilizadas para purificar a energia de ambientes e equilibrá-las, trazendo paz e harmonia.

Leia Também: Como usar a alfazema e aproveitar suas propriedades medicinais?

Cultivo da Lavanda


É uma planta típica da região mediterrânea e existem largos campos de cultivo de lavanda na Europa, principalmente na França, que tem como cartão postal os campos cobertos pelo roxo da lavanda, com muita beleza e aroma.  A região da Provença, no sudeste francês, possui mais de 8.400 hectares de terras dedicado ao cultivo de 30 espécies diferentes da lavanda, incluindo a alfazema.

Efeitos da Lavanda


A lavanda possui diversos efeitos terapêuticos e medicinais, sendo amplamente utilizada como um calmante natural. O seu chá é poderoso para tratar de disfunções digestivas, o óleo essencial de lavanda é utilizado para aliviar dores musculares, de cabeça e também contra ansiedade e tensão e o banho de lavanda ajuda também no relaxamento e combate a insônia

Leia Também: Os 5 principais benefícios da Alfazema

Lavanda do Brasil


Aqui no Brasil possuímos um tipo de lavanda de nome científico Aloysia gratissima e que popularmente é chamada de: erva-cheirosa, erva-santa, erva-de-Nossa-Senhora, Erva-de-colônia ou Mimo do Brasil, sendo muito utilizada para fins medicinais. Ela é uma erva excitante e aromática, útil no tratamento de hipertensão, dores de cabeça, colesterol, males estomacais, combate gripes e resfriados e protege o fígado. Ela também é muito utilizada no sul do país misturada à erva-mate para o consumo do chimarrão.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!