.
Agnus Dei - conheça o significado desta expressão religiosa

Agnus Dei - conheça o significado desta expressão religiosa

Agnus Dei é uma expressão que significa Cordeiro de Deus. É um termo muito utilizado pelos cristãos para fazer referência à Jesus Cristo, depois de ter sido sacrificado na cruz. É comum escutar Agnus Dei, ou Cordeiro de Deus, nas celebrações religiosas. Conheça um pouco mais sobre os simbolismos desta expressão.

CONSULTA DE TAROT

Escolha uma carta e comece a consulta de Tarot 100% personalizada!

O Cordeiro de Deus

No mundo da arte e na simbologia icônica cristã, o termo  é representado pela figura de um cordeiro com uma cruz. A expressão aparece no Novo Testamento, especialmente no Evangelho de João, onde João Batista fala sobre Jesus: “Eis o Cordeiro de Deus, Aquele que tira o pecado do mundo” (João, 1:29). Sacrificar animais, dentre eles cordeiros, fazia parte da cultura e rituais do povo hebreu. Eles acreditavam que era uma forma de remissão dos pecados cometidos.

A execução de Jesus Cristo, considerado pelos cristãos como filho de Deus, tornou os sacrifícios dos animais desnecessários. Como Jesus era considerado perfeito, não tendo pecado e tendo nascido de uma virgem por graça do Espírito Santo, sua crucificação foi o sacrifício supremo, interpretado como o maior ato de amor de Deus com a humanidade.


Clique aqui: Cruz Credo – descubra o significado desta expressão


O Rito Litúrgico

Na liturgia da Igreja Católica e da Anglicana o Agnus Dei é recitado ou cantado. Ele foi introduzido na missa pelo Papa Sérgio I e baseado em João 1: 29. Abaixo, o Agnus Dei em latim, seguido de sua tradução:

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, miserere nobis.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, miserere nobis.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, dona nobis pacem.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, dai-nos a paz.

No cenário da música sacra, diversos compositores já fizeram verdadeiras obras de arte para esta parte da missa. Quando a missa é de réquiem, este trecho recita-se ou canta-se da seguinte forma:

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, dona eis requiem.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, dona eis requiem.

Agnus Dei, qui tollis peccata mundi, dona eis requiem sempiternam.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dá-lhes o descanso.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dá-lhes o descanso.

Cordeiro de Deus que tirais o pecado do mundo, dá-lhes o descanso eterno.


Clique aqui: 10 formas de manter o foco como os monges


Objetos

O termo Agnus Dei é o nome dado a uma medalha que se usa pendurada em uma corrente. Essa medalha é construída através de uma cera especial, que é benzida ou consagrada e feita em um formato oval. Para os católicos, quem usa essa medalha está protegido por uma força divina e recebe influências do Espírito Santo.

Na Igreja Católica, ainda existe um relicário nomeado por Agnus Dei. Ele é feito de cera, contém óleo bento e é usado no círio pascal. É moldado de uma forma que se assemelha a um cordeiro. O Papa costuma usá-lo para benzer no sábado de aleluia. Existe a crença que o relicário pascoal protege de enfermidades e perigos.

 
Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Saiba mais :

WeMystic Brasil WeMystic Brasil

Acima de tudo, queremos ver você feliz e equilibrado. Compartilhamos informação e autoconhecimento. Acreditamos que o conteúdo pode te ajudar a ter uma vida mais equilibrada e tranquila.

 

Faça aqui a sua Consulta Online Personalizada: