.
Afinal, o que é Umbanda? Descubra no artigo

Afinal, o que é Umbanda? Descubra no artigo

O que é Umbanda?


A Umbanda é uma religião brasileira fundada no Rio de Janeiro em 1908. Esta religião é formada pela união de preceitos cristãos, indígenas e africanos e estas três culturas religiosas estão na base teológica das práticas da Umbanda. O marco da criação da religião aconteceu quando o medium Zélio Fernandino de Morais diferenciou a prática do espiritismo, do Culto das Nações e do Candomblé na manifestação do Caboclo das Sete Encruzilhadas.

A Umbanda como prática religiosa não admite qualquer cobrança financeira como parte de suas práticas, porém, é permitido que os umbandistas façam contribuições para a manutenção dos terreiros, e dos eventos de cunho religioso. É comum na Umbanda a prática de assistencialismo aos mais necessitados, onde pessoas doam ações, objetos ou dinheiro com intenção de ajudar a quem precisa. O tempo e o auxílio espiritual desinteressado ou livre de segundas intenções tem sido os maiores atrativos dos fiéis umbandistas.

Afaste as más energias da sua vida!

Atraia bons fluidos! Liberte-se das más energias e vibrações negativas que possam estar a perturbar você. Não temos a solução dos problemas, mas podemos ajudar na descoberta para o caminho melhor.

 

Não há sacrifícios na Umbanda


Diferente de outras religiões de origem africana, a Umbanda não recorre ao sacrifício de animais como oferenda para o assentamento dos Orixás. As oferendas dessa religião são compostas por flores, frutos, alimentos e velas oferecidas às divindades. É através da fé em Olorum (o Deus Supremo da Umbanda) é ativada a presença das Divindades e Guias Espirituais através dos médiuns e frequentadores do terreiro.

Leia Também: Conheça os principais Orixás de Umbanda

A Umbanda é uma religião, não uma seita


Afinal, o que é a Umbanda , uma seita ou uma religião? Muitas pessoas dizem que a Umbanda é uma seita na tentativa de deslegitimá-la. Mas isso não é verdade. A Umbanda em hipótese alguma tenta acelerar o processo doutrinário de seus seguidores, o tempo e a espiritualidade é individual de cada um e isso conquista a confiança, a mente e o coração dos fieis. É portanto, uma religião.

Leia Também: Conheça os principais Orixás de Umbanda

A mediunidade: um dos pilares da Umbanda


Com heranças do espiritismo, a Umbanda também utiliza da mediunidade de incorporação em seus trabalhos e rituais. Pessoas comuns buscam orientação dos médiuns para a sua vida espiritual, que auxiliam problemas graves ou corriqueiros através de sua dedicação espiritual, sacerdotal e dos aconselhamentos dos guias e orixás. A mediunidade independe da crença religiosa das pessoas, mas encontrou na Umbanda terra fértil para se manifestar livremente. 

Umbanda: uma religião espírita e também espiritualista


Como assim? Pode ser considerada uma religião espírita pois está fundamentada na manifestação dos espíritos guias da Umbanda, a incorporação é parte essencial dessa religião. É espiritualista porque incorporou em suas práticas e rituais magias religiosas e espirituais, o culto a espíritos elevados que retornam à terra como guias-chefes para auxiliar na evolução espiritual dos espíritos encarnados, os seres humanos.

Leia Também: Saiba como são as músicas de Umbanda e onde ouvi-las

Umbanda: uma religião que não segrega, abraça a todos


A Umbanda vê todas as religiões como legítimas, acredita que todas elas, que louvam a Deus possuem o mesmo valor e merecem todo o respeito. A Umbanda prega que cada fiel deve encontrar as vias evolutivas para sua evolução espiritual e para estar em contato com Deus. Para a religião, existe apenas um Deus, um Deus Único, e tem nessa sua crença o seu maior fundamento religioso. Se a pessoa acha que irá evoluir e estar perto de Deus na Umbanda, ela é sempre bem vinda, desde que venha com bom coração.

Agora que você já sabe o que é a Umbanda já pode passar o ensinamento para outras pessoas, para que elas percam o preconceito, entendam mais e tenham mais respeito por essa religião brasileira.

Gostou? Compartilhe!