.
Acupuntura para depressão funciona? Entenda o tratamento

Acupuntura para depressão funciona? Entenda o tratamento

Existem muitos males que podem ser controlados e até mesmo curados com o auxílio da acupuntura. E mesmo sendo ela uma forma de medicina milenar, sua eficiência e abrangência é tão notável que podemos, por exemplo, administrar o tratamento de acupuntura para reverter a depressão, um dos maiores pesadelos do mundo moderno.

Entenda quais são os fundamento do tratamento com agulhas e o que é preciso considerar diante de uma suspeita ou diagnóstico de depressão.

Acupuntura para depressão: como funciona?

Tratamentos de acupuntura para depressão são cenários cada vez mais frequentes, indicados até mesmo pelos mais céticos profissionais da medicina ocidental. O fato é que, quando ambas as medicinas trabalham em conjunto, é possível encontrar a solução para questões complexas, oferecendo resultados rápidos e muito bem-estar ao paciente.

A depressão é um dos grandes vilões do mundo moderno, talvez até mesmo o maior deles se considerarmos o prejuízo que implica na vida dos que sofrem com ela. Ainda são desenvolvidas muitas pesquisas a respeito do que pode desencadear a depressão, mas a pressão e a agitação do dia a dia, somado a dificuldade cada vez maior de interação social de fato — fora das redes sociais —, são apontadas como as causas mais frequentes da doença.

O fato é que uma pessoa que sofre de depressão acaba desenvolvendo sintomas que vão desde a dificuldade em realizar tarefas específicas até o total comprometimento do seu cotidiano. Pessoas com depressão mostram um interesse altamente reduzido por atividades diversas, inclusive aquelas que antes lhe davam muito prazer.

Essas pessoas vivem sob sentimentos de angústia e tristeza aparentemente sem motivo. A situação pode ser persistente e pode até mostrar pequenos períodos de melhora — mas sempre retornando ao estado inicial de tristeza.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera a depressão como a quarta colocada no ranking de doenças que levam a incapacitação do indivíduo. Se engana também quem pensa que apenas pessoas mais introspectivas sofrem desse mal. Até mesmo aquela pessoa que se mostra constantemente alegre em público e na presença de amigos, pode sim estar sofrendo de depressão.


Clique Aqui: Aromaterapia: 6 óleos essenciais contra a depressão


Como a acupuntura atua no combate à depressão?

Segundo estudos, um dos causadores da doença envolve um desequilíbrio bioquímico no cérebro, capaz de reduzir drasticamente a oferta de substâncias como a serotonina — um dos principais hormônios responsáveis pela sensação de prazer. No entanto, a acupuntura pode ser uma poderosa arma contra a doença também no espectro clínico.

Vale mencionar que a acupuntura não consiste apenas em uma terapia alternativa. Sua prática é reconhecida pela OMS, portanto, com mais de 5 mil anos de história, a acupuntura é também uma ciência médica.

O reconhecimento vem justamente da comprovação de sua eficácia e de a acupuntura possuir um profundo conhecimento do corpo humano. É claro que existe a questão energética e até espiritual, mas essa não é a única parte que compõe a medicina da acupuntura.

Basicamente, a acupuntura se apoia no princípio de que existem muitos pontos distribuídos pelo corpo humano, representando tanto energia como conexões nervosas. Utilizando como ferramenta agulhas extremamente finas, o terapeuta de acupuntura as insere com a finalidade de estimular tais pontos e obter como resposta algumas reações fisiológicas no corpo do paciente.


Clique Aqui: Terapia floral para tratar a tristeza, o desânimo e a depressão


As agulhas estimulam a produção de hormônios do bem-estar

Inserindo as agulhas nos pontos certos e estimulando as conexões nervosas necessárias, é possível fazer com que o corpo produza substâncias diversas. Dentre elas, podemos citar analgésicos naturais para combater a dor ou ainda hormônios relacionados ao prazer e ao bem-estar, como a serotonina, que é justamente o que se encontra deficiente nos casos de depressão.

Basta que seja feita uma avaliação muito detalhada e profunda do paciente para que se possa identificar quais são suas reais necessidades. Feito isso, é possível, por meio da acupuntura, estimular o corpo do paciente para que ele próprio passe a fornecer o necessário para vencer a doença.

Esse, aliás, é um dos grandes benefícios da acupuntura. Ela dispensa o uso de medicamentos antidepressivos que, além de nem sempre atingirem o efeito esperado, ainda costumam acarretar uma série de efeitos colaterais. Por vezes, toma-se um remédio para corrigir o problema causado por outro fármaco.

Os resultados nos tratamentos de acupuntura para depressão têm se mostrado tão positivos que cada vez mais profissionais da medicina tradicional a indicam para seus pacientes. Mas é preciso lembrar que mesmo mostrando um potencial excelente para reduzir e até eliminar estados de depressão e ansiedade nos pacientes, em nenhum momento a acupuntura deve ser procurada sem antes consultar um psicoterapeuta, endocrinologista ou realizar exames laboratoriais, por exemplo.

Não são raros os casos onde a depressão é intensa ou de alta complexidade e deve ser administrada com mais de um tratamento simultâneo.


Saiba mais :

Heloisa Von Ah Heloisa Von Ah

Designer e redatora, respira arte desde que se entende por gente. Apaixonada por gatos, literatura, cinema e músicas que já ninguém mais se lembra, vê na calmaria e na simplicidade o cenário ideal para se viver. Aprendeu de tudo um pouco, de instrumentos musicais a artes marciais; e não vê a hora de mais, já que a vida não pode parar