.
A mediunidade em crianças

A mediunidade em crianças

Existe mediunidade em crianças? Sim, existe. A mediunidade é uma faculdade humana natural em que o homem estabelece ligação com os espíritos através da comunicação.  É natural que uma criança a possua, pois elas são formadas pela carne (que é feita pelos pais) e pelo espírito, que está em processo de desenvolvimento físico, intelectual e moral aqui na terra.

Em busca de respostas? Faça as perguntas que sempre quis numa Consulta de Vidência.

10 min de consulta por telefone SÓ R$ 5.

O desenvolvimento da mediunidade em crianças


De acordo com o professor Herculano Pires, as crianças possuem a mediunidade à flor da pele, mas são resguardadas na infância pelos espíritos protetores, que algumas religiões chamam de anjos da guarda. Nessa fase, as manifestações da mediunidade acontecem de forma anímica, ou seja, ela projeta a sua alma nas coisas e seres ao seu redor, podem receber inspirações de amigos espirituais e, mais raramente, denunciam a presença de espíritos.  Quando a criança atinge os 7 ou 8 anos, ela passa a se integrar melhor no mundo físico em que vive e dá maior importância a ele, desligando-se progressivamente das suas relações espirituais. Aqui se encerra o primeiro ciclo mediúnico da criança, e este primeiro ciclo é referido na ciência como imaginação ou fabulação infantil.

Leia Também: Sonhos e mediunidade – qual a relação?

É indicado tentar desenvolver a mediunidade nas crianças?


Segundo Allan Kardec,  certamente que não.  Não é indicado e inclusive é perigoso. Pois as crianças são seres frágeis que podem ser seriamente abalados por relações espirituais ao qual ela não tem maturidade para entender. Os pais prudentes jamais devem incentivar as crianças a aprofundar a sua mediunidade na primeira fase, ela deve natural.

Leia Também: Sinais de mediunidade – saiba reconhecê-los

Mas e as crianças que são médiuns naturais? É inconveniente o desenvolvimento da mediunidade da mesma maneira?

Neste caso é diferente.  Quando a mediunidade se manifesta de forma espontânea na criança significa que ela pertence à sua natureza desde sempre, que lhe é adequado. É tão natural que as crianças que têm visões não se assustam com elas, vêem como algo corriqueiro, dá-lhes pouca atenção e logo as esquecem. Mais tarde essas visões podem voltar à memória e então serem investigadas, mas o melhor é deixar que a mediunidade das crianças desenvolva-se de forma natural, sem barrá-la nem incentivá-la.

Leia Também: Mediunidade nos animais: os animais também podem ser médiuns?

Qual é a idade ideal para começar a praticar a mediunidade?


Não existe uma idade fixa, tudo depende do desenvolvimento psíquico que a criança apresenta. Por exemplo, há adolescentes de 12 anos que possuem maior preparo para o desenvolvimento da mediunidade do que adultos. Mas tudo deve ser feito ao seu tempo, pois a mediunidade, principalmente a de efeitos físicos e de escrita podem ser fatigantes e corre o risco da criança encará-la como um brinquedo.

Encontre aqui a orientação espiritual que procura!

Gostou? Compartilhe!